Audiência Pública vai discutir licitação do Trem do Corcovado

O evento será realizado, dia 8 de agosto, no Parque Lage, no Rio, e é aberto a todos
 

Corcovado

 

 

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizará no próximo dia 8 de agosto, a partir das 18h, audiência pública no auditório do Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, para discutir o processo de licitação dos serviços de operação do trem do Corcovado, no trecho Cosme Velho-Cristo Redentor.

 

 

O objetivo da audiência é ouvir opiniões e sugestões dos vários setores da sociedade sobre as minutas do edital de concessão e do contrato. Na abertura, será feita a apresentação de toda a documentação relativa ao processo. A publicação do edital ainda não tem data definida, mas a previsão é que ocorra em novembro, segundo a direção do Parque Nacional da Tijuca.

 

 

O vencedor da licitação ficará responsável, além da operação do trenzinho, pelos serviços de cobrança de ingressos ao Corcovado, administração de lojas de alimentação e de conveniência, revitalização dos trens, das estações e da plataforma superior do Corcovado e implantação e manutenção das demais estruturas físicas de apoio aos turistas, conforme projeto básico que será elaborado com recursos do BNDES. O dinheiro, a fundo perdido, será repassado à Associação dos Amigos do Parque Nacional da Tijuca, uma organização não governamental que integra o conselho consultivo da unidade de conservação (veja matéria no site do BNDES).

De acordo com a minuta do contrato da concessão, a empresa ou grupo de empresas que ganhar a concorrência terá que repassar ao ICMBio R$ 106 milhões a título de outorga, durante os 20 anos em que durar a concessão, e mais o valor cobrado para o acesso de turistas ao Cristo Redentor. O preço do ingresso do trenzinho fica com o concessionário, que terá que investir ainda R$ 111 milhões na aquisição de novos trens, na melhoria da estrutura da via férrea e das estações e na construção das lojas e equipamentos turísticos.

 

Já a expectativa de faturamento para o concessionário, de acordo com o estudo de viabilidade econômica, gira em torno de R$ 30 milhões a R$ 35 milhões por mês, o que daria R$ 700 milhões ao longo dos 20 anos da concessão. Além de arrecadar o valor do ingresso da passagem do trenzinho, o vencedor da licitação terá direito a explorar ou alugar as lojas de alimentação e de suvernir e os demais serviços turísticos e de uso públicos que serão instalados em todo o circuito Cosme Velho-Corcovado.

 

 

Os documentos e estudos referentes à concessão, inclusive o estudo de viabilidade econômica, e as orientações sobre a audiência pública estão disponíveis no site do ICMBio e na sede da Unidade Avançada de Administração e Finanças do Rio de Janeiro (UAAF-RJ), localizada na Estrada Velha da Tijuca, 77, Usina, Rio de Janeiro, Edifício Anexo – Complexo Administrativo, nos dias utéis, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 

 

Os interessados que desejarem obter a documentação na UAAFRJ deverão agendar a visita pelos telefones (21) 2484-7802 e 2492-5407 ou por meio do endereço eletrônico: uaaf.rj@icmbio.gov.br. O período para envio de contribuições vai do dia 9 de agosto, a partir das 9h, ao dia 29 de agosto, às 18h (horário de Brasília).

 

 

Serviço:

Audiência Pública Trem do Corcovado
Data: 8 de agosto
Horário: 18h às 22h
Local: Auditório do Parque Lage (Rua Jardim Botânico, n° 144, Rio de Janeiro)

 

 

Comunicação ICMBio

0 comentários