Batalhão de Macaé utiliza veículo aéreo não tripulável em ações

Aeronave equipada com câmera auxilia as operações da Polícia Militar no município
 

Muito utilizado em fiscalizações ambientais e de fronteiras, o Veículo Aéreo Não Tripulável (Vant) se tornou um aliado da segurança em Macaé e cidades vizinhas. Por iniciativa do comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Ramiro Oliveira Campos, a aeronave equipada com uma câmera auxilia as operações da Polícia Militar local há mais de um mês.

 

 

A utilização do equipamento está em fase experimental. De acordo com o comandante, a ideia surgiu depois do início das ações da Polícia Militar na comunidade Malvinas, em Macaé.

 

 

“Havia traficantes escondidos em um manguezal, local de difícil acesso. Com as imagens aéreas, conseguimos organizar a ação, prendemos os criminosos, apreendemos armas e drogas. Se eu não tivéssemos essa visão, seria difícil progredir dentro do terreno”, disse Campos.

 

 

Inovação em segurança

O 32º BPM usa o equipamento antes de qualquer operação nas comunidades dos municípios de sua abrangência. O procedimento inclui sobrevoos para mapear as áreas. As imagens captadas são vistas, em tempo real, pelo comando das ações por meio de uma televisão.

 

 

Informações em tempo real

De acordo com o tenente-coronel, o Vant possibilita uma visão precisa dos locais das operações, facilitando o trabalho de reconhecimento.

 

“Por muitas vezes, recebemos imagens aéreas de traficantes armados, crianças próximas e moradores. Abortamos a operação, porque a prioridade é a vida. O Vant traz mais segurança para o policial militar. À noite, de madrugada, utilizamos o infravermelho para saber onde estão os criminosos e o tipo de armamento. Podemos passar as informações, pelo rádio, para os agentes”, disse Campos.

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.