Cariocas promovem ato “Remove Paes”

Manifestação que tem início neste sábado,17, promove vigília em frente à casa do Prefeito, no Alto da Boa Vista; População reivindica fim das remoções e das internações compulsórias, dentre outras pautas.
 

Eduardo Paes. (Foto: Wanderson Awlis) 

 

 

Uma manifestação organizada por movimentos sociais e comunidades irá cobrar, neste sábado, dia 17 de agosto, o fim das remoções que vem ocorrendo no Rio de Janeiro. O ato “Remove o Paes” se dirigirá à casa do Prefeito, na Estrada da Gávea Pequena, no Alto da Boa Vista, e promete fazer uma vigília até o dia seguinte com atividades políticas e culturais. Além das questões envolvendo o direito à moradia, um dos direitos fundamentais do cidadão, o grupo reivindica outras pautas: transparência e participação popular na já controversa CPI dos Ônibus; o desarmamento da Guarda Municipal e o impedimento do uso de armas de choque; o fim da internação compulsória de usuários de crack e moradores em situação de rua; e o início da negociação com professores em greve no município.

 

 

Eduardo Paes é um dos prefeitos que mais removeu favelas na história do Rio de Janeiro e acumula graves denúncias de violações de direitos humanos. Desde 2009, 19.220 famílias cariocas perderam suas casas – muitas vezes em troca de indenizações irrisórias ou com mudança de endereço para regiões a dezenas de quilômetros de distância do antigo local de moradia.

 

 

As remoções são justificadas pelos mega eventos em que o Rio de Janeiro está envolvido, mas muito terrenos já desocupados ainda não foram utilizados pela Prefeitura – o que denuncia a prática das remoções como estratégia para atender aos interesses da especulação imobiliária. Enquanto isso, prédios públicos vazios em áreas centrais, que poderiam ser destinados à habitação de interesse social, seguem sem uso.

 

 

 

 

Apesar de a Prefeitura ter recuado em relação à remoção da Vila Autódromo e Indiana, outras dezenas de comunidades ainda estão ameaçadas ou já foram removidas, como aponta o dossiê do Comitê Popular da Copa e Olimpíadas – disponível para download em http://bit.ly/DossieRio2013. O movimento cobra, ainda, que se iniciem planos de urbanização nas favelas, com controle popular do planejamento e da execução das obras.

 

 

SERVIÇO
Ato Remove o Paes
Sábado, 17 de agosto: concentração às 14h na praça do Colégio Santa Marcelina, no Alto da Boa Vista, caminhada e vigília em frente à casa do prefeito, na Estrada da Gávea Pequena, até o dia seguinte

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.