Cidade de Deus realiza primeiro Baile da Melhor Idade

Evento é parceria de moradores, UPP local e Secretaria de Envelhecimento Saudável
 

Baile-melhor-idade-CDDApós colorir os cílios com rímel azul, as bochechas com um blush rosado e passar um batom vermelho nos lábios, Cristina Maria Pereira, 60 anos, estava pronta para participar do primeiro Baile da Melhor Idade, que aconteceu neste sábado, 24 de agosto, no Clube Coroado de Jacarepaguá, próximo à base da UPP Apartamentos. A iniciativa é fruto de parceria entre as Secretarias de Segurança e Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, em conjunto com o RIOSOLIDARIO.

 

 

O evento, primeiro do gênero na comunidade, é mais uma ação integrada entre moradores e policiais. A organização do baile contou com a participação de moradores que ajudaram na divulgação e na conquista do espaço para a realização da festa.

 

 

Assim como Cristina, que mora há 40 anos na CDD, e estava animada com a possibilidade de dançar músicas antigas, rever amigos e festejar a vida, Dona Silvia da Conceição Brandão, 82 anos, arrasou na pista de dança e foi uma das revelações do evento.

 

 

– Moro há 30 anos aqui e essa é a primeira oportunidade que tenho de ir a um baile da terceira idade na comunidade. Gosto muito de samba e bolero. Estou adorando essa festa. Quando quero dançar vou ao Clube da Polícia Militar, em Cascadura, ou no Clube da Marinha, em Vicente de Carvalho – afirmou a aposentada.

 

 

De acordo com o comandante da UPP Cidade de Deus, Major Bruno Xavier, além de promover o entretenimento para a população, a conquista do baile está em aproximar a comunidade da polícia e ainda permitir o exercício da boa convivência e da cidadania.

 

 

– Este baile é a certeza de que a comunidade pode contar conosco em tudo, não só com a segurança, também com a presença de outros órgãos públicos. A nossa permanência permite que as pessoas se sintam seguras e o Estado entre na comunidade – afirmou o major Xavier.

 

 

O chefe de gabinete da Secretaria de Envelhecimento Saudável, Rodolpho Maldonado, destacou o potencial do baile na inclusão social e na revitalização das relações do idoso dentro da própria comunidade.

 

 

– Todos têm o direito ao lazer e de interagir a comunidade, de elevar a autoestima e ter momento de alegria. Este evento visa a promover a criação de vínculos entre eles – explicou Maldonado.

 

 

O evento, que integrou policiais e moradores, contou um público de 150 pessoas, que dançaram ao som da Orquestra Tupy, DJs convidados, se divertiram com os animadores, e participaram do sorteio de brindes.

 

 

Ação já aconteceu em outras UPPs

No fim do mês junho, a UPP Jacarezinho promoveu o primeiro baile da Melhor Idade em uma comunidade em processo de pacificação. O evento fez parte da iniciativa “Jacaré em movimento – Parado vira bolsa”, que contou com o apoio de diversas instituições e empresas que promoveram uma ação social para os moradores. Em julho, foi a vez da UPP Macacos fazer o evento voltado para a “melhor idade”. Na ocasião, o baile aconteceu na Vila Olímpica do Morro dos Macacos, localizada no antigo Jardim Zoológico, em Vila Isabel. Na segunda quinzena de setembro, acontece a terceira edição do projeto na comunidade de Vila Cruzeiro.

 

Governo do Rio

0 comentários