Gratificações para policiais militares e civis aumentam 50%

Valores chegam a R$ 13,5 mil, sem distinção de patente ou cargo, se metas forem atingidas
 

gratificacao-PMsAs gratificações pagas este ano para policiais militares e civis que colaborarem para a redução da criminalidade terão um reajuste de 50%. O cumprimento dos índices estabelecidos semestralmente pelo Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados da Secretaria de Segurança pelos agentes em sua área de atuação renderá, em outubro, valores que vão variar de R$ 1.500 a R$ 13.500, sem distinção de patente ou cargo.

 

Com o reajuste, publicado em decreto no Diário Oficial desta segunda-feira (26/08), os três melhores resultados das AISPs (Áreas Integradas de Segurança Pública) serão premiados com R$ 13.500, R$ 9 mil e R$ 6.750, respectivamente. Para delegacias e batalhões das demais AISPs e RISPs (Regiões Integradas de Segurança Pública) que atingirem as metas, a bonificação ficará entre R$ 5.400 e R$ 4.500.

 

– Esse é um reconhecimento da estratégia de gestão por resultados. A meritocracia estimula o trabalho integrado entre as polícias com critérios objetivos. Queremos a permanente redução e o controle dos indicadores de criminalidade – explicou Roberto Sá, subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da Secretaria de Segurança.

 

No caso de delegacias e batalhões de áreas que não chegarem a todos os objetivos estabelecidos, também haverá pagamento proporcional para os policiais. As que ficarem entre 99,9% e 95% ganham R$ 3 mil. Para o intervalo de 94,9% a 90%, o valor é de R$ 1.500. A condição é que o estado tenha alcançado a meta geral nos indicadores em questão.

 

– Cada vez temos metas mais ambiciosas e agressivas para que o Rio tenha índices cada vez menores de criminalidade. Com as constantes reduções, fica mais difícil diminuir os índices – contou o subsecretário.

 

Anteriormente, as três primeiras AISPs que cumpriam as metas eram premiadas com, respectivamente, R$ 9 mil; R$ 6 mil; e R$ 4.500. As demais que atingiam as metas recebiam a premiação de R$ 3 mil. Em sete premiações, o Governo do Estado já pagou R$ 223 milhões em bônus a policiais civis e militares.

 

Dados são apurados todos os meses

 

Os indicadores estratégicos utilizados no sistema de metas são: Letalidade Violenta (homicídio doloso, auto de resistência, latrocínio, e lesão corporal seguida de morte); Roubo de Veículo; e Roubo de Rua (roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo).

 

Os resultados são apurados mensalmente pelas Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) e Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs). Os dados são transformados em pontos que variam de acordo com o cumprimento ou não da meta, com um peso para cada indicador estratégico de criminalidade.

1 comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. joa luiz silva

    E a premiação que era para ser paga em outubro de 2013? Agluém sabe escrarecer??????????