Ziraldo será homenageado na XVI Bienal do Livro

Aos 81 anos o escritor, ilustrador e cartunista Ziraldo continua produzindo tanto ou mais do que quando publicou sua primeira obra infantil, em 1969
 

O pai de um dos meninos mais amados e mais malucos do Brasil é uma fonte inesgotável de criações e projetos que brotam a cada encontro com amigos, pedidos de colaboradores e até dos momentos mais solitários – aqueles quando geralmente rabiscamos uma folha de papel, sabe? Então: Ziraldo desenha. E desenha com tanta maestria que até os “rabiscos” viram livro, como o novíssimo Os Homens Tristes e Outros Desenhos, um coffee table-book adulto, uma das principais atrações da Editora Melhoramentos para essa Bienal. Até os novos formatos se rendem ao talento de Ziraldo. O livro mais baixado na Amazon Brasil é Os Hai-Kais do Menino Maluquinho, recém-lançado pela editora.

 

 

Toda essa efervescência resulta em muitos tributos e reverências, como o deste ano na XVI Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, na qual será o autor homenageado. No Pavilhão Verde do evento, realizado no Riocentro (Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca – Rio de Janeiro), de 29 de agosto a 08 de setembro, está localizado o Planeta Ziraldo, um espaço para muita interação, bate-papo e aventuras. Um local decorado e com a atmosfera das suas personagens. E certamente  os dias de autógrafos – os dois sábados e os dois domingos, às 15h30 -, vão levar multidões ao estande da Editora Melhoramentos, como de costume.

 

 

Já na entrada do evento, o público será saudado por um Menino Maluquinho inflável de quatro metros de altura, como parte das ações de marketing do ano do Ziraldo na Bienal, que conta ainda com: um megabanner, 2 logos no mapa da feira (de mesa), panfletos na credencial do professor (apresentando o panfleto no estande Melhoramentos o professor terá um desconto na compra dos livros),  um banner aéreo em cima do estande,  vários adesivos nos espelhos dos banheiros e distribuição da panela de papelão do Menino Maluquinho.

 

 

Quilômetros de autógrafos

Esse “maluco” universo de Ziraldo pode ser computado em números, em admiração e em carisma dos seus fãs. Pegando apenas as últimas 10 edições das Bienais do Rio e de São Paulo, suas famosas sessões de autógrafos já receberam cerca de 1500 pessoas em cada uma delas, gerando um total de 208 horas de assinaturas, em 52 sessões com média de quatro horas de duração. Se fizermos uma conta simples e pensando que cada pessoa pegou apenas um autógrafo (o que geralmente não ocorre), Ziraldo já assinou 78 mil livros. Essa assinatura tem, geralmente, 16 cm (só computando o nome Ziraldo, sem os desenhos e “Vivas!” que ele faz para os leitores); puxando as pontas desse autógrafo e esticando como uma linha reta, ele fica com 27 cm. Somando tudo, o maluquinho do Ziraldo já autografou pouco mais de 21 quilômetros, o que dá mais de 175 campos de futebol (padrão FIFA). Haja caneta, tinta e disposição!

 

E foi somando Zizinha + Geraldo, nomes dos seus pais, que surgiu Ziraldo, nascido em 24 de outubro de 1932, em Caratinga (MG), onde passou a infância. Bastaram apenas seis anos de vida para publicar seu primeiro desenho no jornal A Folha de Minas, em 1939. Com colaborações mensais para a revista Era uma Vez, no início da década de 50, entre os anos de 1951 e 1952, Ziraldo começou sua carreira. Dona Vilma foi a sua primeira mulher. Casaram-se em 1958, tiveram três filhos e sete netos. Atualmente ele é casado com Márcia.

 

Em 1961, realizou um sonho de criança. Lançou seu primeiro gibi, A Turma do Pererê, que tinha como personagens o Saci e outras figuras bem brasileiras.  Fez cartazes para vários filmes brasileiros, como Os Fuzis. Ganhou um parque temático com seu nome, o “Ziramundo”, fundado em 2000, em Brasília. Lá é possível girar na panela do Menino Maluquinho.

 

 

 

XVI Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro

Quando: de 29 de agosto a 08 de setembro de 2013

Onde: Riocentro – Avenida Salvador Allende, nº 6.555 – Barra da Tijuca

Estande da Editora Melhoramentos: Pavilhão Azul – Stand – H04/I03

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.