Caminho das Águas é apresentado aos moradores de Boa Vista, Niterói

Esta foi a quarta reunião expositiva do projeto para a Região Oceânica da cidade
 

Caminho-das-AguasA Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional apresentou, a convite da Associação dos Moradores do Boa Vista, o projeto Caminho das Águas para os moradores do bairro, na tarde de sábado (31/08).

 

O Caminho das Águas consiste em um projeto de macro e microdrenagem da Região Oceânica de Niterói, cujo objetivo é acabar com os constantes alagamentos que historicamente acontecem no local. Dez sub-bacias hidrográficas que compõem a região são alvo do estudo que também passou a incorporar a sub-bacia do Jacaré, após reivindicações de moradores.

 

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, apresentou as propostas de intervenções para as Sub-bacias de Campo Belo, Itacoatiara e, principalmente, Córrego dos Colibris. Entre as indicações estão a proteção das cabeceiras dos rios e uma rede de drenagem projetada para suportar as maiores chuvas num tempo de recorrência de 25 anos para as macrodrenagens e de dez anos para as microdrenagens.

 

– No passado, não se tinha o hábito de fazer projetos, mas hoje só se consegue recursos em Brasília com um bom projeto. O Caminhos das Águas dá um alto nível de detalhes da Região Oceânica de Niterói. Com ele finalizado, poderemos conseguir os recursos para as obras com muita facilidade – afirma o secretário Felipe Peixoto.

 

Os moradores relataram a situação atual das ruas do bairro, tiraram dúvidas e fizeram sugestões para a equipe técnica da Secretaria. O presidente da Associação dos Moradores do Boa Vista, Rodrigo Garçone, se mostrou satisfeito com a disponibilidade do secretário Felipe Peixoto em apresentar o projeto e ouvir as demandas.

 

– É sempre importante quando autoridades vêm até a comunidade apresentar projetos. Pela primeira vez em muitos anos a gente recebe um secretário que apresenta um projeto para resolver um problema crítico de drenagem da Região Oceânica. Todos os anos sofremos com alagamentos e é só este projeto que vai resolver nosso problema – disse Rodrigo Garçone.

 

O projeto Caminho das Águas já está com grande parte do estudo concluído, estando na fase de apresentação aos moradores para que possam dar suas contribuições. Esta foi a quarta reunião expositiva do projeto que a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional realiza. As três primeiras aconteceram este ano, a pedido do Conselho Comunitário da Região Oceânica de Niterói (CCRON) e da Sociedade dos Amigos e Moradores de Itacoatiara (SOAMI).

 

Sobre o projeto

 

O Caminho das Águas é um dos projetos de infraestrutura regional da Secretaria, assim como o Programa de Comunidades Pesqueiras, que teve seu primeiro trabalho “Canto de Itaipu” concluído em junho. O Caminho das Águas está sendo elaborado pela Prossema Engenharia, contratada a um valor de R$ 1.392.726 com recursos do Proinvest. Os trabalhos iniciados em junho de 2012 estão previstos para serem concluídos em outubro deste ano.

 

O projeto traz dados topográficos, estudos geológicos e geotécnicos, estudos hidrológicos, projeto de drenagem pluvial e soluções de engenharia para as seguintes sub-bacias: Fazendinha, Cafubá I, Cafubá II, Cafubá III, Arrozal, Jacaré, João Mendes, Vala, Córrego dos Colibris, Campo Belo e Itacoatiara.

 

A Região Oceânica é cercada pelas serras da Viração, Darcy Ribeiro e Tiririca e possui ainda as Lagoas de Itaipu e Piratininga que naturalmente recebem o curso das águas pluviais. É uma área em franca expansão imobiliária da cidade de Niterói e historicamente apresenta problemas de inundações em duas de suas três bacias hidrográficas (Piratininga e Itaipu). Os eventos provocam prejuízos ao meio ambiente, à saúde e aos bens públicos e privados.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.