Polícia Montada promove visitas para jovens de áreas com UPPs

Além de aproximar PM de comunidades, projeto ensina crianças a tratar animais
 

policia-montadaO Regimento de Polícia Montada da PM realiza quinzenalmente visitas guiadas com grupos de crianças de comunidades pacificadas. Chamado de Cavaleiro Mirim, o projeto busca mostrar aos meninos e meninas o tratamento adequado que deve ser dado aos animais. Mais de 150 crianças já participaram da iniciativa que também tem o intuito de aproximar os moradores das comunidades pacificadas da Polícia Montada, que tem atuado nas localidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Nesta quarta-feira, crianças dos morros dos Prazeres e Escondido passearam a cavalo e conversaram com especialistas sobre como cuidar dos animais no Regimento, que fica em Campo Grande.

 

– Mostramos a profilaxia, como cuidar do animal, a importância que é ter um animal sadio. Queremos que eles entendam um pouco da dinâmica do nosso trabalho. E quando este menino ou menina retornam para as suas casas eles contagiam toda a família com o passeio que eles fizeram. Muitas destas crianças maltratavam animais – ressaltou o comandante, tenente coronel, Anderson de Souza Maciel.

 

Dinamizadora da Secretaria municipal de Assistência Social, a moradora dos Prazeres, Soraia Francisca Gomes, considera o passeio uma forma de aproximar policiais e moradores. Ela representou os pais das crianças na visita.

 

– Esta é uma oportunidade única. Eles estão adorando. Acho que esta atividade aproxima mais a população da comunidade. Eles estão vendo o cuidado que o animal tem que ter, o horário de descanso, horário para se alimentar – disse.

 

O menino Gabriel Bernardo Fernandes, 11 anos, não sabia que um cavalo precisava de tanto cuidado e atenção.

 

– Achei muito legal porque estes cavalos são muito bem tratados. Lá no morro tínhamos quatro cavalos, dois marrons e dois brancos.

 

Douglas de Morais Lisboa, de 12 anos, também gostou do passeio.

 

– Já quero vir de novo, é muito legal.

 

Curso de Tratador de Montada e ferrador

 

De acordo com o comandante do Regimento de Polícia Montada, tenente coronel, Anderson de Souza Maciel, o comando de policiamento especializado pretende abrir cursos de Tratador de Montada e de ferrador nas comunidades pacificadas. A previsão é que as atividades sejam iniciadas ainda este ano.

 

– Esta é uma mão de obra hoje carente no mercado. Existem vários haras que não têm este tipo de profissional qualificado. O conhecimento em relação a este ofício é feito de maneira geracional. Queremos dar um norte para aquelas crianças que estão ociosas nestas comunidades – afirmou.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.