Projeto Sena Limpa chega à Praia de São Conrado, na Zona Sul

Intervenções vão modernizar esgotamento sanitário e aumentar balneabilidade
 

Projeto-Sena-LimpaO programa Sena Limpa, parceria entre a Secretaria do Ambiente, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a Cedae, a Rio Águas e a Comlurb, chegou nesta quarta-feira (11/9) a São Conrado, na Zona Sul do Rio. Com o objetivo de melhorar a qualidade das águas de seis das principais praias da capital fluminense, o projeto, que conta com investimentos da ordem de R$ 30 milhões, também vai garantir a preservação do ecossistema da região, prevendo o crescimento promovido nos próximos 30 anos.

 

 

Todo o sistema de esgotamento sanitário da Bacia da Praia de São Conrado será modernizado, contribuindo para elevar as condições de balneabilidade das águas, o que está entre os compromissos assumidos com o Comitê Olímpico Internacional (COI). A obra consiste ainda na implantação de 615 metros de coletores auxiliares com 250 mm de diâmetro, o que amplia o sistema de esgotamento sanitário da comunidade do Vidigal.

 

 

De acordo com o presidente da Cedae, Wagner Victer, o projeto de engenharia é um dos mais complexos dos últimos anos. A Estação Elevatória de São Conrado será modernizada dentro das mais avançadas técnicas de automatização, redução de consumo, energia elétrica, baixo nível de ruído e sistema de desodorização próprio.

 

 

– Vamos ampliar a elevatória de São Conrado, de 200 para 700 litros, e ao mesmo tempo lançar duas linhas de tubulação, mais resistentes, com 500 mm de diâmetro e 2,1 mil metros de extensão, em substituição das anteriores, no costão da Avenida Niemeyer, construídas na década de 70. Com isto, o esgoto que cai da Rocinha e Vidigal, gerando as línguas negras, seguirá para a Estação Elevatória do Leblon, com destino ao Emissário Submarino de Ipanema – explicou Victer.

 

 

Mais praias beneficiadas pelo projeto

Lançado em 2012, com investimentos de R$ 150 milhões, o programa Sena Limpa visa melhorar a qualidade das águas de seis das principais praias da orla do Rio até 2014, com a recuperação ambiental das praias de São Conrado, Leblon, Ipanema, Leme e Urca, na Zona Sul, e da praia da Bica, na Ilha do Governador, na Zona Norte.

 

 

O secretário do Ambiente, Carlos Minc, afirmou que em breve mais seis praias serão contempladas pelo projeto.

– Praia é a autoestima do carioca. Com praia suja, não temos lazer, saúde, esporte e turismo. Vamos limpar seis praias e, brevemente, com a segunda etapa, outras seis. Paquetá, Pepê e Botafogo estão entre elas. Só na praia de São Conrado estamos empreendendo 14 ações, como implantação da elevatória, tubulões, galeria coletora e estrutura de coleta seletiva de lixo na Rocinha. Atualmente, a praia Vermelha já está 95% própria para banho, e Ipanema melhorou em 60% sua balneabilidade – disse Minc.

 

 

De acordo com o coordenador do Sena Limpa, Gelson Serva, as obras devem ser concluídas até o segundo semestre do ano que vem.

– Este é um trabalho conjunto. A Rio Águas vai fazer uma coleta das redes pluviais para que a água não contamine ainda mais a areia da praia. Todo este sistema já estava subdimensionado e deteriorado pelo tempo. Agora teremos uma incidência muito pequena de extravasamento de esgoto, somente nos casos de muita chuva – afirmou o coordenador.

 

 

Para Frederico Caldas, surfista, morador de São Conrado há mais de 15 anos e proprietário de um quiosque na orla, o projeto representa a revitalização completa da região.

– Esta praia é linda, não poderia ficar esquecida – disse Frederico.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.