AgeRio chega a mil créditos concedidos em áreas com UPPs

Previsão é dobrar número de financiamentos em comunidades até dezembro
 

O Governo do Estado comemorou ontem a marca do milésimo contrato de microcrédito concedido a projetos de empreendedorismo em comunidades pacificadas. O financiamento de número mil representa um volume de mais de R$ 5 milhões em operações. A previsão é de que até dezembro o governo chegue a duas mil cartas de microcrédito e que até 2014 sejam estabelecidos sete mil financiamentos. O programa para áreas pacificadas é promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio da AgeRio (Agência Estadual de Fomento).

 

 

O Programa de Microcrédito da AgeRio para empreendimentos em áreas pacificadas se baseia em juros baixos e prazos vantajosos. São concedidos financiamentos que variam de R$ 300 a R$ 15 mil, com taxa de 0,25% ao mês. Atualmente, a agência atende todas as 34 comunidades pacificadas e, além do crédito, realiza o acompanhamento orientado ao empreendedor, com assessoria e dicas de educação financeira.

 

 

“Para 2014, chegaremos a sete mil cartas de crédito investindo ao todo R$ 35 milhões. Isso gera um ciclo virtuoso, que promove emprego e renda. É a partir deste fluxo de capital que entra e sai das comunidades que produziremos uma única sociedade”, explicou o presidente da AgeRio, Domingos Vargas.

 

 

Verba para ampliar estrutura do negócio

Milésima empreendedora a ingressar no programa da AgeRio, Eliana Fátima dos Santos considera a oportunidade de crédito fundamental para ampliar o seu negócio. A ex- dona de casa realiza o serviço Carteiro Amigo na comunidade dos Macacos para atender à demanda dos moradores que, muitas vezes, têm dificuldade de receber suas cartas devido ao difícil acesso em certos pontos no local onde residem.

 

 

“Já temos 200 clientes titulares. Estamos avançando e este microcrédito será fundamental para ampliarmos nosso negócio. Terei condições de colocar mais carteiros e dar uma estrutura melhor à empresa”, afirmou a empreendedora.

 

 

Premiação para empreendedores

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno, o programa de microcrédito em comunidades pacificadas representa a redução das desigualdades na capital.

 

 

“A AgeRio está propiciando a possibilidade de fomentarmos o empreendedorismo, e isso significa fomentar a prosperidade, reduzindo as desigualdades e acabando com a cidade partida”, disse o secretário.

 

 

No mês de dezembro, o Governo do Estado realizará no Jardim de Inverno do Palácio Guanabara a premiação dos melhores empreendedores das comunidades pacificadas. O prêmio contará com as seguintes categorias: Melhor Desempenho, Inovação, Mulher Empreendedora, Jovem Empreendedor e Sustentabilidade Ambiental.

 

GOVERNO DO RIO

0 comentários