Bombeiros ganham consultoria jurídica gratuita

Militares podem contar com instituição estadual para entrar com ações na Justiça
 

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro assinou ontem um termo de cooperação com a Defensoria Pública do Estado, por meio do qual a instituição oferecerá seus serviços de consultoria e defesa jurídica aos militares. Pelo convênio, um defensor público ficará à disposição dos bombeiros, em uma instalação da corporação, para qualquer tipo de ação nas áreas Cível, de Fazenda, da Família, Infância e Juventude e do Consumidor. 

 

 

A parceria começará a funcionar na próxima semana, nas dependências da Diretoria de Assistência Social da corporação, no Méier, às terças e quintas, das 8h às 17h.  

 

 

“Quando as instituições públicas emprestam servidores umas para as outras, elas favorecem também a população”, disse o coronel Sérgio Simões, comandante-geral do Corpo de Bombeiros e secretário de Defesa Civil. 

 

 

PM também firma acordo 

Também já começou a vigorar a parceria entre a Polícia Militar e a Defensoria, com o objetivo de oferecer assistência jurídica gratuita para os policiais do Estado do Rio. O polo de apoio jurídico está sediado na Diretoria de Assistência Social da corporação, que fica no 4º BPM (São Cristóvão), onde um defensor está à disposição dos PMs. O serviço entrou em funcionamento na primeira semana deste mês. 

 

 

“Este convênio já existiu. Decidimos reativá-lo porque percebemos a necessidade de oferecer assistência jurídica aos policiais”, explicou o comandante-geral da PM, coronel José Luís Castro Menezes.

 

0 comentários