Câmara aprova plano de cargos em primeira discussão, mas os vereadores Carlo Caiado, Cesar Maia e Tio Carlos foram contra

A oposição quer suspender a sessão e já está analisando se a suspensão será pedida por meio de uma medida administrativa ou judicial
 

Por Graça Paes (com fontes)

 

Carlo Caiado, César Maia e Tio Carlos

Carlo Caiado, César Maia e Tio Carlos

Nesta terça, dia 1º de outubro, o texto original do projeto do plano de cargos e salário da rede municipal de ensino do Rio foi aprovado em primeira discussão na Câmara dos Vereadores. Foram 35 votos a favor. Apenas os vereadores Carlo Caiado e Cesar Maia, do DEM, e Tio Carlos, do Solidariedade, foram contra. Às 18h05m, será realizada uma sessão extraordinária para aprovar, em segunda discussão, o projeto que, então, seguirá para sanção do prefeito Eduardo Paes.

 

 

 

No fim da manhã, parlamentares da oposição abandonaram o plenário. Segundo o vereador Paulo Pinheiro (PSOL), a oposição irá se reunir com representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para tentar suspender a sessão desta terça-feira por causa das galerias vazias. Está em análise, se a suspensão será pedida por meio de uma medida administrativa ou judicial.  “Não pode haver sessão secreta, que é o que está acontecendo. O povo deveria estar nas galeiras, não tomando bomba lá fora”  – criticou o vereador Paulo Pinheiro.

 

 

0 comentários