Ceasa apadrinha projeto de balé do Alemão e doa sapatilhas para bailarinas

Segundo a primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo, proporcionar meios para a realização de sonhos é investir no futuro do país
 

BailarinasA Ceasa doou 50 kits de uniforme para as alunas do projeto Na Ponta dos Pés, no Complexo do Alemão, nesta terça-feira (29/10). A Associação Comercial dos Produtores e Comerciantes da Central de Abastecimento e da Nova Casbri Comercial também destinará R$ 6 mil para a reforma do espaço onde acontecem as aulas de balé no Morro do Adeus. Agora, as meninas poderão treinar em uma sala com piso adequado, barra e espelho.

 

 

“Com doações do Banco de Alimentos da Ceasa, iniciamos um trabalho de parceira com comunidades pacificadas, entre elas, a do Morro do Adeus. Acredito que a política de pacificação seja fundamental e se torne ainda mais eficaz quando proporciona o desenvolvimento social por meio de ações como esta”, explicou o presidente da central, Leonardo Brandão.

 

 

Emocionada, a professora do projeto e moradora da comunidade Tuanny Nascimento comemorou a doação. Segundo a professora a ajuda vai auxiliar no desenvolvimento dos trabalhos com as meninas.

 

 

“Agora, a realidade vai ser outra. Vamos criar um espaço com tudo o que uma bailarina precisa para aprender. Meu objetivo é trabalhar com a dança, não só aqui, mas alcançar todas as comunidades que precisam de incentivo. Elas vão entrar sempre descalças, calçando em seguida as sapatilhas, para mostrar que elas não se renderam às dificuldades”, disse Tuanny.

 

Para a jovem Kailane Lourenço, de 9 anos, as aulas serão mais fáceis com os kits.

 

“Estou muito feliz. Dançar sem sapatilhas era muito dolorido, mas não impediu meu sonho de ser bailarina”, afirmou Kailane.

 

Segundo a primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo, proporcionar meios para a realização de sonhos é investir no futuro do país.

 

“Não sabemos se todas aqui vão se tornar de fato bailarinas, mas independente da carreira que sigam, hoje, estamos abrindo os horizontes para estas meninas, que levam um aprendizado para a vida”,  disse Ana Botafogo.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.