Obras do Arco Metropolitano avançam em Caxias

Trevo na BR-040 terá oito viadutos e 10 alças de acessos
 

OBras-CaxiasFoi realizada com sucesso a primeira operação de içamento da estrutura metálica de um dos viadutos do Arco Metropolitano, no trevo da BR-040, em Duque de Caxias. Antigo sonho dos fluminenses, o Arco Metropolitano do Rio de Janeiro, que integrava o plano rodoviário estadual desde a década de 70, está sendo construído pela Secretaria de Obras. A conclusão está prevista para dezembro de 2013.

 

A expectativa é de que, naquele trevo, mais dois viadutos passem por intervenções: um será totalmente demolido para dar lugar a um novo e o outro, ampliado. Assim, novas operações vão ocorrer na região para a complementação da construção do trevo rodoviário na BR-040.

 

Intervenções realizadas à noite

 

A estrutura metálica içada tem peso total de 240 toneladas e mede 60 metros de comprimento por 11 de largura. Para a operação, ela foi dividida em duas estruturas, ambas com 60 metros de comprimento, sendo uma com seis metros de largura e outra com cinco metros. Com o objetivo de gerar menos impacto no entorno da obra a operação foi realizada em duas noites.

 

A construção do trevo na BR-040 que, além de oito viadutos, terá 10 alças de acesso, dará aos motoristas todas as opções de seguir viagem para qualquer direção daquela rodovia, da BR-116 ou seguir pelo Arco Metropolitano.

 

– Para isso, a interseção com a BR-040 teve de ser totalmente alterada e ampliada contendo uma nova disposição, com a construção de oito viadutos. Seis serão novos, um será ampliado, o que existe no sentido de Teresópolis; e outro que atualmente existe, no sentido Rio para quem vem de Teresópolis, será demolido e substituído por um novo ampliado – disse o secretário de Obras, Hudson Braga.

 

Conexão dos cinco grandes eixos rodoviários

 

Do total dos 145 quilômetros do Arco Metropolitano, coube ao Estado construir o trecho virgem, de 70,9 quilômetros, que liga Caxias a Itaguaí, cortando, ainda, Nova Iguaçu, Japeri e Seropédica. O valor total deste segmento é de R$ 1,6 bilhão, incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), parceria entre os governos federal e estadual.

 

A importância do Arco traduz-se pela sua capacidade de estruturar toda a malha rodoviária da Região Metropolitana, através da conexão dos cinco grandes eixos rodoviários do país – rodovias Rio-Santos, Rio-São Paulo, Rio-Belo Horizonte-Brasília, Rio-Bahia e Rio-Vitória-com o Porto de Itaguaí.

 

Além disso, através da ligação transversal entre os cinco eixos, vai permitir a circulação entre os municípios da Baixada, a cidade do Rio e o restante do estado, sem a necessidade de utilizar a Avenida Brasil, a Ponte Rio-Niterói e trechos da Niterói-Manilha, já saturados ao tráfego.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.