Operação Barreira Fiscal combate a sonegação de combustíveis

Primeira fiscalização aconteceu na Região Metropolitana do Rio de Janeiro
 

barreira-fiscalA Operação Barreira Fiscal realizou nesta quinta-feira (24/10) a primeira ação móvel contra a sonegação fiscal no setor de combustíveis nos municípios de Magé e Xerém, na Região Metropolitana do Rio. Promovida pela Secretaria de Governo em parceria com a Secretaria de Fazenda, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar, a fiscalização contou com a participação de 50 agentes, entre auditores fiscais, policiais militares e agentes de Governo. A equipe também fez rondas pelas rodovias BR-040 e BR-116.

 

 

A novidade no modelo da operação é a adoção da mesma sistemática utilizada com sucesso na Operação Lei Seca, com alternância nos pontos de controle e realização de ações com datas e horários não divulgados com o objetivo de flagrar irregularidades.

 

 

No total, 626 caminhões foram fiscalizados. Deste, 175 transportavam combustíveis e 101 apresentavam irregularidades de diversos tipos, como presença de mercadorias sem nota fiscal e não emissão de conhecimento de transporte. Em Itaipava, na Região Serrana, foi abordado um caminhão com 45 mil litros de etanol e que não apresentava guia de recolhimento de imposto. O veículo estava em uma rota alternativa, que chega a passar pelo estado de Minas Gerais, para burlar as barreiras fixas de pagamento de imposto.

 

 

“Esta ação tem como foco o setor de combustíveis e dá um recado claro de que o Estado vai coibir irregularidades no tocante à sonegação de impostos. Já temos, inclusive, outras ações programadas para flagrar irregularidades nas estradas fluminenses”,  afirmou Miguel Gonzalez, da Inspetoria de Fiscalização Especializada de Barreiras Fiscais, que comandou a operação.

 

Agência Brasil

0 comentários