Casa do Trabalhador capacita moradores de Manguinhos

Cursos garantem renda extra aos alunos do espaço, que tem menos de quatro meses de funcionamento
 

casa-do-trabalhadorOs cursos de qualificação profissional oferecidos pela Casa do Trabalhador, da Secretaria de Trabalho e Renda, localizada no entorno do Complexo de Manguinhos, têm mudado a vida de moradores da região. As aulas já estimulam os alunos a realizarem atividades para ampliar suas rendas. Com menos de quatro meses de funcionamento, o espaço beneficiou cerca de 800 pessoas. Dezesseis cursos acontecem no local, que foi inaugurado em julho deste ano. A unidade de Manguinhos é a primeira implantada em comunidade.

 

A jovem Tahana Petra, de 22 anos, participa das oficinas de Artesanato e Manicure oferecidas em parceria com o Sesi (Serviço Social da Indústria).

 

“Faço colares, brincos e pulseiras e já estou vendendo. Atendo ainda como manicure e pedicure na minha casa ou na residência de minhas clientes. Não poderia pagar estes cursos. A instalação da Casa foi muito importante”, disse Tahana, que mora em Benfica.

 

Aluno do curso de Garçom, realizado também em parceria com o Sesi, Sergio de Castro, de 29 anos, também conseguiu oportunidades de trabalho a partir das aulas.

 

“A área de garçom oferece muitas oportunidades. Gosto de trabalhar à noite e já estou realizando serviços”, afirmou o morador de Benfica.

 

O espaço também promove o curso de Assistente Administrativo em parceria com o Unisuam (Centro Universitário Augusto Motta). Morador de Inhaúma, Heitor Possebon, de 24 anos, quer ampliar seus horizontes profissionais.

 

“A Casa do Trabalhador está excelente, há professores são muito bons. Busquei as aulas de assistente administrativo, porque quero me preparar melhor para trabalhar na área. Com certeza, terei mais chances de conseguir um trabalho”, explicou Heitor.

 

Moradores de outros bairros são beneficiados

 

Pessoas de outras localidades do Rio também têm procurado as qualificações, que acontecem na sede ao lado da Biblioteca Parque de Manguinhos e dos apartamentos construídos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

 

A ação integra as iniciativas desenvolvidas em acordo com a política de pacificação estabelecida na área da Zona Norte da cidade.

 

“Já rompemos os muros de Manguinhos. Atendemos também aos moradores de Guadalupe, Benfica, Tijuca e Campo Grande. Apenas na inauguração foram realizadas mais de 1,5 mil pré-inscrições. Já temos fila de espera para alguns cursos”, disse a coordenadora-geral do espaço, Silmara Leandro.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.