“Compositores de Hoje” celebra a música contemporânea brasileira e mundial no CCJF, a partir de 10 de novembro

Com direção artística de Sergio Roberto de Oliveira, primeira edição do festival vai apresentar, em quatro concertos dominicais, obras de compositores vivos de diversos países
 
Alexandre Chaves

Alexandre Chaves

Em novembro, mais precisamente a partir do dia 10, o Rio vai sediar uma verdadeira festa da música contemporânea mundial. Com direção artística do compositor e produtor Sergio Roberto de Oliveira – já indicado ao Grammy Latino por duas vezes em categorias diferentes de música clássica – o 1° Festival Internacional Compositores de Hoje reunirá, em quatro concertos semanais, aos domingos, no Centro Cultural da Justiça Federal, sempre às 19h, obras de compositores vivos do Brasil e do mundo, a partir da leitura de intérpretes de expressão no meio clássico. No primeiro concerto, dia 10 de novembro, a música eletroacústica – produzida em estúdio e difundida por altofalantes, nesse caso sem a presença de intérpretes – dará o tom da abertura do festival, apresentando um leque variado de compositores: Manuella Blackburn (Inglaterra), Bryan Holmes (Chile/Brasil), Aquiles Pantaleão (Brasil/Inglaterra), Oscar Chaves (Colômbia), Rodrigo Sigal (México), dentre outros.

 

 

Na semana seguinte, dia 17, o público poderá conferir a curiosa parceria entre Sergio Roberto de Oliveira e o americano Mark Hagerty. Antes de se conhecerem, suas obras já estiveram lado a lado em programas, tanto nos EUA como no Brasil. Após se conhecerem no Brasil, lançaram juntos, em 2012 , o CD “Luminosidade”, reunindo suas composições somente para percussão. Porém, neste concerto vão perfilar composições para duos de piano, com o Duo Bretas-Kevorkian, e violoncelo, com o Duo Santoro, que serão reunidas em CD a ser lançado em 2014.

 

No dia 24, será a vez do Conjunto de Saxofones da UFRJ, com direção musical de Pedro Bittencourt, subir ao palco do CCJF para executar peças escritas originalmente para formações de octeto, quinteto e quarteto de saxes. Formado pelos principais saxofones (sopranino, soprano, alto, tenor, barítono e baixo), o grupo lançará luz sobre obras do francês Antoine Duhamel, e dos brasileiros Neder Nassaro, Rapahel Fortes, Filipe de Matos Rocha e Roberto Victorio.

 

O concerto de encerramento do festival, dia 01 de dezembro, terá como intérprete convidado o grupo Gnu, que atualmente está celebrando seus 10 anos de formação e o lançando seu primeiro CD, “Cartas de Amor”. No programa, obras de David Vayo (EUA) e Caio Senna (Brasil). Também fazem parte os brasileiros Paulo Rios Filho e Marcos Lucas e o italiano Marcello Messina, que estarão presentes no concerto para prestigiar e conferir as releituras de suas composições.

 

 

10 de novembro – 1o concerto – Festival Internacional Compositores de Hoje
Horário: 19h
Endereço: Centro Cultural Justiça Federal – Av. Rio Branco, 241 – Centro
Ingressos: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia-entrada)
Tel (21) 3261-2552
Classificação: Livre
Capacidade: 142 lugares

 

 

Programa
• Manuella Blackburn (Inglaterra) – Karita Oto
• Bryan Holmes (Chile/ Brasil) – Glosa de Clímax Púrpura
• Aquiles Pantaleão (Brasil/Inglaterra) – Three Inconspicuous Settings
• Óscar Chaves (Colômbia) – P-CH

Intervalo

• Frederico Schumacher (Chile) – El Espejo de Alicia
• Rodrigo Sigal (México) – Friction of the Things in Other Places
• Philippe Leroux (França/ Canadá) – Objet Trouvés… Posés
• João Pedro Oliveira (Portugal/ Brasil) – Aphâr

 

Assessoria

0 comentários