Festival abre espaço em mostra competitiva para novos grupos teatrais do Rio de Janeiro

A programação completa pode ser consultada no site: www.teatrofest.com
 

Festival-de-Teatro-no-RioNovas montagens de textos consagrados da dramaturgia brasileira e novos autores encenados por grupos que buscam uma chance de ver seu trabalho conhecido têm um encontro marcado no Teatro Princesa Isabel, em Copacabana, na zona sul do Rio. Em sua 11ª edição, o Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro apresenta até 1º de dezembro 24 espetáculos de companhias de todo o estado em sua mostra competitiva, 16 deles na categoria Adulta e oito na Infantil. A programação foi antecedida por uma mostra especial que trouxe à cidade, na última semana de outubro, dez peças de companhias de outros estados.

 

 

Considerado um dos mais importantes eventos teatrais do Rio de Janeiro, o festival recebeu, em seus dez anos de existência, 230 espetáculos, que mobilizaram cerca de 4 mil artistas e atraíram um público de 70 mil espectadores. Nomes como Aderbal Freire-Filho, Camila Amado, Lázaro Ramos, Leonel Fischer e Luís Carlos Maciel participaram, como autores ou diretores, das dez edições.

 

 

“O nosso festival tem uma diferença em relação a outros promovidos no país: nós damos como premiação uma temporada no teatro”, disse o produtor cultural Eduardo Marins, idealizador e curador do evento. Além de receberem o Troféu Arlequim, os espetáculos premiados nas categorias Adulto e Infantil ficarão um mês em cartaz no Teatro Princesa Isabel.

 

 

De acordo com Marins, 90% dos textos desta edição são de novos autores. Mas também há montagens de autores clássicos, como Nelson Rodrigues, cuja peça Perdoa-me por Me Traíres abriu na noite de hoje, às 21h, o festival. O espetáculo da Cia. Teatral Casa dos Azulejos tem direção de Nelson Yabeta. Também é de Nelson Rodrigues a peça que encerrará a mostra competitiva Adulta, Viúva, porém Honesta, no dia 29, às 21h30, em montagem da Cia. Loucos do Tarô, com direção de Zé Aires. Outros textos conhecidos são O Judas em Sábado de Aleluia, de Martins Pena, produção do grupo Combi que será apresentada no dia 7, às 21h, e Tribobó City, de Maria Clara Machado, espetáculo do Centro de Pesquisas Teatrais de Duque de Caxias, dirigido por Guedes Ferraz, previsto para o dia 8 às 21h30.

 

 

“Muitas dessas companhias ainda não tiveram uma oportunidade concreta em sua carreira. O festival dá a esses grupos a chance de mostrar o trabalho em um teatro de ponta, como é o Princesa Isabel, e permite a descoberta de novos talentos”, ressaltou Eduardo Marins, lembrando que nesta edição foram 550 os espetáculos inscritos.

 

 

Já a mostra especial, que teve curadoria do crítico teatral e dramaturgo Lucianno Maza, apresentou este ano um panorama dos vários gêneros e formatos do teatro contemporâneo desenvolvido em várias regiões do país. A Região Norte esteve representada pela peça A Casa de Inverno, do Núcleo Artrupe de Teatro de Manaus (AM).

 

 

Minas Gerais está representado por dois espetáculos de grupos de Belo Horizonte. Dois Sóis, Lugar Algum, da Cia. do Silêncio, inspirado no conto A Intrusa, de Jorge Luis Borges, e Do Claustro, dos Atores Associados, texto do dramaturgo gaúcho Ruy Jobim Neto sobre duas freiras em um jogo de desejo e poder em meio à clausura do Convento de Santa Clara do Desterro, na Bahia do século 17.

 

 

De Salvador, veio O Diário de Genet, do grupo Ateliê Voador, um mergulho na obra do escritor francês Jean Genet. Brasília foi representada por Cor de Amor(a), da Cia. Agridoce, que conta a delicada história de amor e amizade entre um menino e uma menina em um jardim de amoreiras. Os espetáculos O Parturião, da Cia. Dom Caixote, #Indignados, da Amadodito Cia. Teatral, e De Mentira, da Cruzeiro do Sul Produções Artísticas, com direção da atriz Rosi Campos, foram as produções da capital paulista na mostra especial do Festival Cidade do Rio de Janeiro.

 

 

Os espetáculos da mostra competitiva Adulta serão apresentados até 29 de novembro, às terças, quartas e quintas-feiras, às 21h, e às sextas-feiras, às 21h30. As apresentações da mostra Infantil ocorrem aos sábados e domingos, às 17h, até 1º de dezembro. Os ingressos custam R$ 30, a inteira, e R$ 15, a meia-entrada. O Teatro Princesa Isabel fica na Avenida Princesa Isabel, 186, em Copacabana, zona sul do Rio.

 

 

A programação completa pode ser consultada no site: www.teatrofest.com.

 

Agência Brasil

0 comentários