Floricultura receberá investimento de R$ 1 milhão

Segmento de produção de flores e plantas ornamentais apresentou crescimento de 63%
 

FloriculturaO setor fluminense de produção de flores e plantas ornamentais, que em 2012 apresentou crescimento de 63% em comparação ao ano anterior, receberá mais R$ 1 milhão para financiamento da atividade no estado. Os recursos serão disponibilizados pelo Governo do Estado, por meio do programa Florescer, da Secretaria de Agricultura. Além do financiamento, o governo incentiva a capacitação e a profissionalização dos produtores fluminenses oferecendo acesso às novas tecnologias.

 

 

“Estimulamos o desenvolvimento da cadeia produtiva de flores em todo o estado. Para 2014 está previsto no orçamento do Florescer a liberação de R$ 1 milhão para os produtores que solicitarem linha de crédito com juros de 2% ao ano e prazo de 60 meses para pagamento”, explicou o secretário de Agricultura, Christino Áureo.

 

 

Beneficiado pelo Florescer, o presidente da Associação de Produtores de Plantas ornamentais de Itaboraí, Nelson Bastos, contou que o segmento está em busca de novas frentes de trabalho, como a produção de mudas de árvores nativas.

 

 

“Queremos implementar uma estrutura de produção mais avançada com a construção de estufas climatizadas e mais capacitação. Estes são os caminhos do crescimento e precisamos estar aptos a disputar o mercado que se torna cada vez mais competitivo”, disse Nelson.

 

 

Segundo maior produtor de plantas ornamentais do Estado do Rio, o município de Itaboraí recebe nos próximos dias máquinas do programa Estradas da Produção, para revitalizar as estradas vicinais da região.

 

 

O Estado do Rio é o segundo maior polo de produção e consumo de flores no país. De acordo com o último levantamento do Ibraflor (Instituto Brasileiro de Floricultura), 683 produtores fluminense produzem flores e plantas ornamentais em 950 hectares, com a geração de 17,6 mil empregos na cadeia produtiva. O setor foi responsável pela movimentação de R$ 470 milhões no ano passado.

 

 

O crescimento da contratação de financiamentos para custeio e investimento na floricultura no Rio de Janeiro, por meio do crédito rural do Banco do Brasil, comprova a injeção de recursos no segmento. Em 2012, foram investidos R$ 1,9 milhão em contratos que beneficiaram 70 produtores do estado, registrando aumento de 200% em relação ao ano de 2011.

 

Governo do Rio

 

0 comentários