Governo compra mais 10 trens chineses para o Rio de Janeiro

Primeiras oito composições das 60 em fabricação na China chegam ao Rio em abril de 2014
 

Compra-de-novos-Trens-chinesesO sistema ferroviário do Estado do Rio vai ganhar mais 10 novos trens. O protocolo de intenções, que prevê a aquisição pelo governo do estado das 10 novas composições, foi assinado, nesta terça-feira (5/11), na cidade chinesa de Changchun, pelo vice-governador e coordenador de Infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Pezão, e o diretor-presidente da Changchun Railway Vehicles Co. Ltd. (CNR), Dong Xiaofeng, durante visita da missão fluminense à fábrica que produz 60 trens novos para o Estado do Rio.

 

Ao todo, a população fluminense contará, assim, com 70 novas composições, que vão operar na Supervia, a partir de abril de 2014. Com isso, a capacidade de transporte da concessionária, que hoje transporta, em média, 570 mil passageiros por dia, mais do que dobrará, ultrapassando a marca de mais de 1,1 milhão de pessoas transportadas diariamente.

 

Em reunião, eles também acertaram um número maior de composições a serem entregues em abril de 2014. Os oito primeiros dos 60 trens, que estão sendo fabricados na CNR, deixarão a China em fevereiro de 2014, com previsão de chegada ao Rio em abril do mesmo ano.

 

“Essas são grandes notícias para a população do Rio de Janeiro. A nossa visita aqui à fábrica chinesa da CNR garantiu mais trens para o nosso estado e ainda a antecipação do calendário de entrega dos trens aos fluminenses, que já começam a contar com um sistema de transporte de qualidade, mais moderno e confortável”, destacou Pezão.

 

De acordo com o secretário de Transportes, Julio Lopes, que acompanha o vice-governador na missão governamental à China, com a antecipação do cronograma de entrega, o governo do estado já deverá ter recebido, até o fim do próximo ano, 40 dos 60 trens.

“Constatamos aqui na fábrica em Changchun que 18 carros já estão em processo final de montagem. Isso é um sonho sendo realizado”, disse o secretário.

Empresa chinesa também fabrica trens para Linha 4 por encomenda do Metrô Rio

Na fábrica, Pezão também vistoriou o processo de fabricação de 15 trens encomendados pelo Metrô Rio para operar na Linha 4, que chegará à Barra da Tijuca. A CNR é uma das maiores fabricantes de trem do mundo. Por ano, a empresa chinesa, que tem 14 mil funcionários, produz 1.200 trens de alta velocidade, 1.500 carros de metrô e 500 de velocidade média. Toda a frota do metrô de Hong Kong, por exemplo, foi fabricada pela CNR.

 

A compra dos 60 trens está sendo financiada com recursos do empréstimo de US$ 600 milhões, captado junto ao Banco Mundial. As composições seguirão o mesmo padrão dos outros 30 trens chineses comprados anteriormente e entregues em 2012, iniciando o plano de recuperação do sistema ferroviário estadual.

 

As composições, financiadas pelo Banco Mundial, também foram fabricadas pelo consórcio chinês China National Machinery Import & Export Corporation/Changchun Railway Vehicles Co. Ltd., que venceu a licitação feita em 2009. Ao custo total de U$166 milhões, a aquisição dos 30 trens entrou para a história do Banco Mundial como a licitação pública mais rápida já realizada na América do Sul.

 

Governo do Rio

0 comentários