Polo automotivo impulsiona produção industrial do estado

Após incentivos do Governo, dados do IBGE mostram que o setor cresceu 23,6% em setembro
 

Em ascensão no Rio de Janeiro, o polo automotivo impulsionou a produção industrial do estado no mês de setembro, segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O Rio teve um aumento de 3,7% na indústria de transformação, na comparação com o mesmo mês no ano passado. O percentual de crescimento foi maior do que a média nacional (2%).

 

 

“Isto mostra que a estratégia adotada pelo Estado está absolutamente correta, em incentivar a vinda de novas empresas do setor automotivo e outras áreas dentro da indústria de transformação”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno.

 

 

Segundo os dados do IBGE, o setor de produção de veículos automotores cresceu 23,6%. Vale mencionar também os aumentos das atividades industriais nas áreas Farmacêutica (25,8%); Borracha e Plástico (26%) e Produtos Químicos (11%).

 

 

O Estado do Rio de Janeiro, que concentra a maior parte da produção nacional de petróleo, cerca de 80%, também registrou em setembro avanços na indústria extrativa. O aumento da produção nesta área foi de 2,2%, também acima da média nacional, de crescimento de 0,7% no mês de setembro deste ano, ante setembro de 2012.

 

 

No total (somando extrativa e transformação) a produção industrial de setembro no Estado do Rio ante o mês anterior foi de 4,4% e sobre setembro de 2012, de 3,5%. No acumulado do ano de 2013, a produção industrial fluminense tem alta de 1,2%. Segundo o IBGE, a alta foi a maior na base de comparação desde julho de 2012, quando o estado registrou crescimento de 5,6%.

 

 

Também em comparação com os demais estados, o Rio saiu na frente. São Paulo puxou o indicador nacional para baixo, registrando queda de 2,1% ante agosto e de 1% ante setembro do ano passado. Minas Gerais apresentou aumento de 2% ante agosto e queda de 0,8% sobre setembro do ano passado.

 

 

 

Mais empregos previstos

Concentrado principalmente em Porto Real, com a produção da Peugeot-Citroen e Resende, com a fábrica de caminhões da Man, o polo automotivo do Rio vai contar também com a produção de veículos da montadora japonesa Nissan a partir de 2014.

 

 

A empresa está investindo R$ 2,6 bilhões em sua primeira unidade no país, também em Resende, para produzir 200 mil veículos por ano e gerar dois mil empregos. A montadora também está atraindo fornecedores para se instalarem no entorno de sua fábrica. 

 

 

Pelo menos 15 empresas já anunciaram investimentos superiores a R$ 1 bilhão na região, que vão gerar mais de mil empregos.

 

 

 

0 comentários