RECINE 2013 – Festival Internacional de Cinema de Arquivo

De 25 a 29 de novembro no Arquivo Nacional e MAM com entrada franca
 

 topo

A cidade do Rio de Janeiro pode ser vista em grandes obras do cinema brasileiro e internacional em suas mais diversas facetas. Ora como cenário da trama, ora como tema ou mesmo personagem da história, os encantos (e as aflições) do Rio aparecem em inúmeros filmes de ficção e documentários. 

 

A 12ª edição do Festival Internacional de Cinema de Arquivo – REcine 2013, vai exibir mais de 70 filmes, promover debates e oficinas, sempre colocando em foco a cidade maravilhosa sob variadas perspectivas, expondo e explorando suas épocas e o estilo carioca.

 

A principal atração da noite de abertura, será o filme “Rio de Memórias”, de José Inácio Parente, uma emocionante viagem no tempo que mostra através de fotos a evolução da cidade do Rio de Janeiro entre 1840 a 1930. 

 

A partir daí o público vai poder conferir imagens raras do Rio no documentário Cidade do Rio de janeiro, de Humberto Mauro, (o Rio de Janeiro na década de 1940, então capital da República);  uma breve história do maxixe, em Maxixe (a dança perdida), de Alex Viany; a trajetória do arquiteto e urbanista Affonso Eduardo Reidy, em Reidy, a construção da utopia, Ana Maria Magalhães; um personagem de Nelson Rodrigues, revivido pela atriz Fernanda Montenegro em A dama do Estácio, de Eduardo Ades; um retrato afetuoso do sambista Nelson Sargento, de Estevão Ciavatta; boêmio bairro da Lapa e o Rap em L.A.P.A, de Cavi Borges e Emílio Domingos; o clássico Ladrões de cinema, de Fernando Coni Campos;  A psicodelia e a influência tropicalista de Copacabana mon Amour, versão restaurada de Rogério Sganzerla; considerado um marco na história do nosso cinema, Ganga Bruta, de Humberto Mauro, celebra 80 anos e ganha versão restaurada em sessão especial (dia 28/11, no MAM);

O ator e diretor Hugo Carvana, uma das figuras mais representativas do cinema carioca, será o grande homenagedo do Festival, com exibição dos filmes Vai trabalhar, Vagabundo e Casa da Mãe Joana 2. 

 

Destaque também para filmes sob o olhar do outro em que o Rio surge como cenário de filmes notórios do cinema mundial, como Interlúdio, de Alfred Hitchcock, Orfeu Negro, de Marcel Camus, É Tudo Verdade, de Orson Welles,Alô, amigos (Saludos amigos), de Norman Ferguson e Wilfred Jackson em que Walt Disney e seus animadores partem em uma excursão rumo à América do Sul, onde procuram conhecer as peculiaridades locais e aplicá-las em animações envolvendo personagens famosos, como Pato Donald e Pateta, e outros inéditos, como Pedro e Zé Carioca.

 

A seleção conta ainda com filmes inéditos comercialmente como Carioca Era um Rio, de Simplício Neto, Em busca de Iara, de Flávio Frederico, Duas histórias, de Angela Zoe e A arte do renascimento – Uma cinebiografia de Silvio Tendler, de Noilton Nunes. (O cineasta Silvio Tendler recebe homenagem em sessão especial).

O Recine tem entrada franca e conta com o patrocínio dos Correios e BNDES. 

 

 

SERVIÇO:

Evento: A 12ª edição do Festival Internacional de Cinema de Arquivo – REcine 2013

Período: De 25 a 29 de novembro no Arquivo Nacional – Praça da República, 173, Centro, Rio de Janeiro e MAM, Av Infante Dom Henrique 85 / Parque do Flamengo: 21) 3883 5600 

Entrada franca 

Programação e informações: http://www.recine.com.br/2013/index.php


Assessoria de imprensa: Liliam Hargreaves

 

 

0 comentários