Rio está entre as 21 cidades mais inteligentes do mundo

de acordo com o Intelligent Community apenas 126 comunidades ao redor do mundo têm sido nomeadas Comunidades Inteligentes ao longo dos últimos 16 anos.
 

O Rio de Janeiro foi escolhido, pelo segundo ano consecutivo, como uma das “21 Comunidades Mais Inteligentes do Mundo” e será a única cidade da América Latina a concorrer ao “TOP 7”, em janeiro, na cidade de Taichung, em Taiwan, vencedora em 2013, quando serão escolhidas as sete finalistas ao prêmio da Inteligent Community Fórum (ICF), entidade internacional responsável pelo levantamento. O anúncio da cidade campeã será feito em junho de 2014, em Nova York, durante a Cimeira Anual de Banda Larga da ICF, encerrando o ciclo de 12 meses de pesquisa sobre comunidades inteligentes.

 

 

 

O Rio de Janeiro conquistou seu lugar na lista das 21 cidades mais inteligentes implantando projetos como o das Praças e Naves do Conhecimento, o Centro de Controle de Gestão Urbana (COR), a Central de Atendimento ao Cidadão 1746, o Rio Datamine (base de dados pública), as Casas “Rio Digital” (são 26 em funcionamento em toda a cidade), o Forsoft (curso de programação de Sistemas e de Infraestrutura de Rede com inglês técnico), os concursos “Rio Idéias” e “Rio Apps” de desenvolvimento de aplicativos para os cariocas e visitantes, as Caravanas da Ciência, entre outros.

 

 

 

Este ano, a Smart21 é composta por seis comunidades do Canadá, quatro da Austrália e dos Estados Unidos, três de Taiwan e cada um, do Quênia, Grécia, Brasil e Nova Zelândia. As comunidades variam em tamanho de 15 mil pessoas em Mitchell (EUA), para mais de seis  milhões no Rio de Janeiro. Quinze das comunidades estão voltando para a lista Smart21, enquanto Coffs Harbour, Montreal, Nairobi County, Parkland County, Sunshine Coast e Walla Walla foram classificadas pela primeira vez. No continente americano, além do Rio de Janeiro, foram classificadas as cidades canadenses de Kingston (Ontário),  Montreal Metropolitan Area (Quebec), Parkland County (Alberta), Quebec City (Quebec),  Toronto (Ontário) e Winnipeg. Nos EUA foram classificadas Arlington County (Virginia), Columbus (Ohio), Mitchell (Dakota do Sul) e Walla Walla (Washington). Em Taiwan foram três  as comunidades inteligentes eleitas: Hsinchu, New Taipei City e Taoyuan County.

 

 

 

Na Austrália foram as cidades de Coffs Harbour (New South Wales), Prospect (South  Australia), Sunshine Coast (Queensland) e Whittlesea (Victoria). A Grécia classificou Heraklion, em Creta. A Nova Zelândia incluiu a cidade de Wanganui e Quênia entrou na lista  com sua capital, Nairobi County.

 

 

 

De janeiro a junho deste ano, o Fórum apresentou para uma empresa de pesquisa  independente dados detalhados fornecidos por cada cidade. Esta empresa realizou uma análise quantitativa das informações sobre dezenas de fatores e produziu uma pontuação para cada comunidade, elegendo as 21 finalistas.

 

 

 

Para a escolha das “TOP 7”, especialistas  do ICF visitarão cada uma das sete cidades finalistas para validar os dados fornecidos e preparar relatórios de avaliação, que serão analisados por um júri internacional de Comunidades Inteligentes. Ao final, esta análise  qualitativa é confrontada com a pontuação quantitativa. Após o cruzamento destes dados, os organizadores escolhem a cidade campeã.

 

A Cimeira ICF, que ocorrerá em junho de 2014, em Nova York, e escolherá a cidade campeã, é um encontro internacional de prefeitos, diretores administrativos, diretores de informação e agentes de desenvolvimento econômico de cidades, estados e regiões ao redor do  mundo.

 

 

 

Produzido em parceria com o Instituto Politécnico da Universidade de Nova York, é uma oportunidade única de aprender com as comunidades mais dinâmicas do mundo como  usar tecnologias de informação e comunicação para construir cidades prósperas,  inclusivas e sustentáveis.

 

 

O co-fundador do Intelligent Community, Louis Zacharilla ressalta que apenas 126  comunidades ao redor do mundo têm sido nomeadas Comunidades Inteligentes ao longo dos  últimos 16 anos.

 

 

 

– Mais uma vez as cidades e vilas na lista Smart21 nos impressionam  com a sua capacidade de utilizar ideias inovadoras, recursos de banda larga e trabalho duro para melhorar as condições econômicas e sociais locais. Não surpreendentemente, há muitas repetições na lista, o que significa que as melhorias contínuas e sustentadas estão ocorrendo.

 

 

 

Sobre o Fórum Comunidade Inteligente:

 

Os estudos do Fórum Comunidade Inteligentes promovem as melhores práticas de Comunidades Inteligentes do mundo à medida que se  adapta às exigências e aproveita as oportunidades oferecidas pela tecnologia da  informação e comunicação (TIC). Para ajudar as comunidades a construir economias  prósperas, resolver os problemas sociais e enriquecer as culturas locais, o Fórum da Comunidade Inteligente realiza pesquisa, palco de eventos, newsletters e publica livros e produz seu alto perfil do programa internacional de premiação.

 

 

 

Ao longo de mais de uma década, o Fórum da Comunidade Inteligente tornou-se um movimento internacional que atrai a atenção dos  líderes mundiais, pensadores e observadores da mídia.

 

 

 

A Fundação Comunidade Inteligente é composta por 126 cidades e regiões que tenham sido  designadas como Comunidades Inteligentes e que participam de um diálogo global em curso  para  fortalecer as economias locais.

 

 

 

Para mais informações, acesse www.intelligentcommunity.org.

0 comentários