Rocinha e Alemão irão ganhar Casa do Trabalhador

Mais duas comunidades pacificadas serão contempladas com o núcleo
 

Um trabalho pioneiro do Estado na geração de emprego e renda começa a dar frutos. A Casa do Trabalhador, que já funciona em Manguinhos e no Jacarezinho, será expandida para a Rocinha e o Complexo do Alemão em 2014.  

 

 

 

Inaugurado em 17 de julho, o espaço de Manguinhos completou quatro meses de atividades como exemplo de transformação social de áreas pacificadas. 

 

 

 

Hoje, a unidade atende 75 mil moradores das duas comunidades, funcionando como polo permanente de serviços. 

 

 

 

A meta da Secretaria de Trabalho e Renda é ampliar o número de trabalhadores atendidos pelos serviços, que incluem balcão de empregos, emissão da carteira de trabalho, cadastramento no seguro-desemprego e capacitação. Os interessados encontram mais de 20 opções de qualificação profissional, sendo seis cursos através do Pronatec (para requerimento do seguro-desemprego).  Atualmente, são 875 alunos.

 

 

Qualificação é valorizada

Em quatro meses, a unidade de Manguinhos realizou cerca de 8 mil atendimentos. Ao todo, 2.620 trabalhadores foram cadastrados para vagas de empregos. A Casa ainda recebeu 725 pedidos de emissão da primeira via da carteira de trabalho e 788, da segunda via. 

 

 

Moradora de Manguinhos, Daiana Lilian se inscreveu no curso de alfabetização da Casa do Trabalhador. 

 

 

 

“Não tínhamos nenhum projeto social na comunidade. Estou começando do zero no aprendizado”, disse Daiana.

 

 

 

Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

0 comentários