Aumenta a procura de jovens do Degase pelas provas do Enem

Número de inscritos no Exame Nacional doEnsino Médio passou de 50, em 2012, para 126 este ano
 

T.R., de 19 anos, se prepara para as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O desafio para ela é um pouco maior do que para outros jovens da sua idade. T.R. está internada no Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas), na Ilha do Governador, há nove meses, mas não desistiu de cursar Direito na UFF (Universidade Federal Fluminense). A história de T.R. é a mesma de outros 126 jovens que estão no Novo Degase. Eles se inscreveram no Enem para internos da instituição, que acontece hoje e amanhã. O número de alunos que decidiu correr atrás do sonho da faculdade subiu de um ano para cá. Em 2012, foram 50 inscritos.

 

 

 

“Quando a gente quer uma coisa, tem que correr atrás mesmo. Não podemos desistir. Todo mundo aqui é capaz” disse T.R.

 

 

Para a diretora da Divisão de Pedagogia do Degase, Kátia Afonso, o aumento do número de funcionários da unidade ajudou no trabalho de convencimento dos jovens em conflito com a lei para participar das provas. De acordo com a diretora, todos os estudantes que estão na faixa etária e escolaridade necessárias para fazer o Enem foram inscritos. Caso o aluno seja aprovado, dependerá de decisão judicial para poder estudar.

 

 

 

“Se a gente conseguir que algum adolescente passe, será uma grande vitória para todos que trabalham no sistema” afirmou Kátia.

 

 

 

Morador de Volta Redonda, O.C., de 17 anos, viu no Enem uma chance de mudar de vida. Ele quer fazer uma faculdade para dar orgulho à mãe. 

 

 

 

“Minha intenção é cursar Biologia ou Química” disse O.C. 

 

 

Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

 

 

0 comentários