Estação General Osório reabre ao público neste domingo (15/12)

Com nova sinalização e cobertura externa, a estação receberá 30 mil usuários por dia
 

A Estação General Osório volta à rotina dos cariocas no próximo domingo (15/12). Às vésperas da chegada do verão, o metrô retoma a operação em Ipanema, uma semana antes do prazo estabelecido. A estação foi fechada ao público por dez meses para montagem de equipamentos para as obras da Linha 4.

Muito utilizada por banhistas, a estação também bate recordes de passageiros na noite de réveillon e dias de blocos carnavalescos. A média de passageiros na estação é de 30 mil pessoas em dia útil.

– A movimentação impacta positivamente no trânsito da região, considerando que são necessários, em média, 15 mil carros ou 500 ônibus para atender ao fluxo de passageiros da estação – explica o secretário estadual de Transportes, Julio Lopes.

Novo visual

O MetrôRio reabre o local com algumas novidades. Na entrada principal, foi construída uma nova cobertura que não causa impacto à paisagem do entorno e que está dentro da padronização dos acessos que serão utilizados nas estações da Linha 4. O novo projeto permite maior visão periférica a quem entra ou sai da estação.
Internamente, a grande mudança é a nova sinalização, que possui placas bilíngues (português/inglês) e mapa do entorno, redesenhado com novidades como a distância aproximada das atrações turísticas e culturais das proximidades, além um mapa cartográfico com referências e informações sobre os serviços do Metrô aos usuários, como as linhas de integração do Metrô na Superfície.

Características

A estação foi inaugurada em dezembro de 2009 pelo Governo do Estado, e ocupa área de 20 mil m2, 23 metros abaixo da superfície. São quatro acessos: General Osório, Jangadeiros, Sá Ferreira e Teixeira de Melo. A estação conta ainda com um bicicletário com 26 vagas.

Integração

As linhas de Metrô na Superfície até a Gávea e a linha 525 (Barra Expresso) voltam ao terminal original, na Praça General Osório, mantendo o mesmo itinerário de antes do fechamento da estação.

 

Governo do Rio

0 comentários