Estado investe em novas unidades prisionais

Foram inauguradas duas cadeias em São Gonçalo, com capacidade para 616 internos cada
 

Sistema-prisionalEm 2013, a Secretaria de Administração Penitenciária investiu em novas unidades prisionais e no tratamento dado ao egresso do sistema prisional. A pasta inaugurou, por meio do Grupo Executivo do Programa Delegacia Legal, as cadeias Juíza Patrícia Lourival Acioli e Isap Tiago Telles de Castro Domingues, em São Gonçalo, com capacidade para 616 internos cada. A ação buscou atender à demanda gerada pela extinção das carceragens da Polinter.

As unidades contam com celas individuais e coletivas, pátios para banho de sol, salas de Raios-x, além de ambulatório médico, entre outros setores.

Construídas em concreto pré-moldado com adição de fibras de polietileno, as novas cadeias públicas se enquadram em padrões arquitetônicos modernos, que prezam pela saúde das presas. O modelo dispõe ainda de espaços para dar mais conforto aos familiares que visitam seus parentes.

O Estado e o BNDES investiram R$ 63,7 milhões na implantação das duas unidades. Também foi inaugurado o Núcleo de Atendimento e Assistência ao Egresso de Volta Redonda, para auxiliar aqueles que já cumpriram suas penas. Em parceria com o município, os egressos são encaminhados para cursos profissionalizantes e para o mercado de trabalho.

0 comentários