Governo Federal libera R$ 10 milhões para o Rio

Anúncio da verba para obras emergenciais na Baixada Fluminense foi feito nesta terça-feira (17/12)
 

Verba-RioO Governo Federal liberou para o Estado do Rio de Janeiro verba de R$ 10 milhões, que será aplicada em ações emergenciais em nove municípios da Baixada Fluminense atingidos pelas chuvas na semana passada. O anúncio foi feito nesta terça-feira (17/12) pelo vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, depois de reunião em Brasília com os ministros da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, e da Integração Nacional, Francisco Teixeira, além do secretário Nacional de Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior.

 

 

Os recursos serão usados no aluguel de equipamentos para limpeza das cidades, pagamento de aluguel social e desassoreamento dos rios Queimados, Pocos, Abel e Pavuna/Meriti. A verba vai ser repassada pelo Ministério da Integração Nacional.

 

 

“Pedimos recursos emergenciais. Os ministros ficaram de analisar todos os pleitos, mas vão liberar imediatamente uma verba emergencial de R$ 10 milhões para aluguel social e também limpeza das cidades. Hoje, estamos fazendo essa limpeza com o maquinário de nossas obras na Baixada Fluminense”, afirmou Pezão.

 

Na próxima segunda-feira (23/12), o secretário de Obras, Hudson Braga, voltará a Brasília para começar a discutir com representantes dos ministérios do Planejamento, Cidades e Integração Nacional as reivindicações das prefeituras: Queimados, Nova Iguaçu, Japeri, Belford Roxo, São João de Meriti, Mesquita, Duque de Caxias, Nilópolis e Magé. De acordo com levantamento preliminar destas cidades, serão necessários R$ 105,3 milhões para obras de recuperação nesses municípios.

 

A previsão é de que, até o fim do próximo mês, os projetos de obras de recuperação a serem feitos pelas prefeituras já estejam detalhados e apresentados ao Governo Federal.

 

 

Também participaram da reunião os secretários de Obras, Hudson Braga, de Assistência Social, Zaqueu Teixeira, e de Defesa Civil, coronel Sérgio Simões, além da presidente do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), Marilene Ramos.

 

Governo do Rio

0 comentários