Identidade Funcional recadastra 430 mil servidores

Identificação funcional é obrigatória para o ingresso de novos funcionários públicos
 

A Secretaria de Planejamento e Gestão concluiu, este ano, o projeto Identidade Funcional, que recadastrou 430 mil servidores ativos, inativos e pensionistas residentes no Estado do Rio de Janeiro. Todos passaram pelo processo de identificação biométrica, que consiste na captura de foto e quatro impressões digitais, e apresentaram a documentação pessoal e funcional.

 

Identidade Funcional recadastra 430 mil servidores 

A iniciativa foi lançada em março de 2009. Para recadastrar os servidores, o Estado instalou postos de atendimento nos 92 municípios fluminenses, e fez o agendamento com data e hora marcadas, com o objetivo de atender a todos com mais conforto, sem filas e em locais próximos ao trabalho, no caso dos ativos, ou nas residências, no caso de aposentados e pensionistas.

 

Após o comparecimento aos postos, a segunda etapa foi a validação dos dados pela internet, para confirmação das informações pessoais e profissionais. Quando os dois procedimentos foram concluídos, os servidores receberam uma carteira de Identidade Funcional, que atualmente é utilizada como controle de acesso em alguns órgãos do Estado.

 

– O uso da tecnologia biométrica vai gerar uma série de efeitos positivos, como o controle de acesso mais eficiente e a manutenção de um cadastro de pessoal mais confiável – disse o secretário de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy Barbosa.

 

Governo do Rio

0 comentários