Mamógrafo Móvel começa a rodar o estado no início de janeiro

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, equipamento deve atender cerca de 2 mil mulheres por mês
 

O Governo entregou, nesta sexta-feira (27/12), o primeiro mamógrafo móvel do estado. Com capacidade de realizar 60 mamografias e 30 ultrassonografias semanais, além de 25 biópsias semanais, a previsão é que o equipamento beneficie cerca de 2 mil mulheres por mês. O projeto começa em Niterói no dia 7 de janeiro, onde fica 15 dias, e depois começa a circular por todo o estado. Com investimento de R$ 2.397.780, a secretaria de Saúde pretende diagnosticar precocemente o câncer de mama, tipo mais comum da doença entre mulheres no Brasil. Para o governador Sérgio Cabral, a iniciativa vai preencher uma lacuna no serviço de saúde público.

 

Mamógrafo Móvel começa a rodar o estado no início de janeiro

 

– O prefeito me disse que há uma demanda reprimida de 600 exames em Niterói. É exatamente que vamos oferecer. Tenho muita alegria em poder levar saúde para a mulher de todo o estado. Aqui ela vai fazer o exame e ter o diagnóstico na hora – disse o governador.

 

Os exames vão durar cerca de 20 minutos e os agendamentos serão feitos pelas secretarias municipais de saúde, que receberão o pedido médico de cada paciente. Essa planilha será encaminhada para a secretaria de Saúde, que informa a data, hora e local do procedimento. Evitar o deslocamento da população para a capital em busca de atendimento de qualidade, na opinião do coordenador das unidades móveis de imagem, Jorge Ataualpa, é o ponto principal desse projeto.

 

– O paciente que mora no noroeste do estado não vai precisar se deslocar por seis horas. Estamos levando a saúde para a população – afirmou Ataualpa.

 

A técnica de mamografia, Perla Mesquita, que vai trabalhar no mamógrafo móvel, afirma que a estrutura oferecida pelo equipamento é a mesma da unidade física do Rio Imagem.

 

– Aqui a gente tem a mesma estrutura e qualidade de atendimento da unidade física.

 

O Mamógrafo Móvel foi inspirado nos Tomógrafos e Ressonância Magnética Móveis, que, juntos, já realizaram mais de 110 mil exames desde 2009. Esse equipamento foi instalado em uma carreta especial, que é composta por dois mamógrafos, um aparelho de ultrassonografia e sistema informatizado que permite e avaliação e liberação do laudo na unidade itinerante.

 

Governo do Rio

0 comentários