Prazo final de entrega dos aplicativos do concurso “Rio Apps” é adiado

Interessados poderão inscrever seus projetos até 8 de janeiro de 2014
 

aplicativosA pedido dos desenvolvedores de software, a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SECT) adiou para o dia 08/01 de 2014 o prazo final de entrega dos projetos de aplicativos da segunda edição do “Rio Apps”, concurso para hackers desenvolverem programas de software que melhorem o cotidiano dos moradores, empresas e turistas da cidade do Rio de Janeiro. As inscrições continuam abertas no site http://rioapps.com.br/.

 

 

No período de 9 de agosto (lançamento do concurso) a 3 de dezembro (1º prazo final), foram inscritos 197 projetos de aplicativos, mas apenas 34 foram finalizados e entregues para concorrer aos prêmios que variam de R$ 2 mil a R$ 30 mil. Por este motivo, a SECT decidiu atender aos pedidos dos hackers que não conseguiram ainda concluir seus projetos que abrangem áreas como as de Transporte, Sáude, Educação,Turismo, Segurança, Defesa do Consumidor, Jogos e para serem utilizados nas Praças e Naves do Conhecimento, espaços digitais comunitários de alta tecnologia coordenados pela SECT em sete regiões da cidade.

 

 

Prêmios: O “Rio Apps” vai distribuir R$ 93 mil em prêmios, divididos em seis categorias: Melhor Aplicativo (R$ 60 mil divididos entre os 3 primeiros – 30/20/10), 5 Menções Honrosas (R$ 2 mil para cada), Prêmio Investidor (R$ 5 mil), Prêmio Aluno (R$ 5 mil), 2 Prêmios Escolha Popular (R$ 8 mil – R$ 5 mil e R$ 3 mil) e Prêmio Procon Carioca (R$ 5 mil). Serão escolhidos também os vencedores de duas categorias sem prêmio em espécie: a de Reconhecimento à Organização (para empresas com mais de 50 empregados) e a de Talento.

 

 

Como participar: Cadastre-se pelo site http://rioapps.com.br/ e envie seu aplicativo até 08 de janeiro de 2014. O desenvolvedor também pode se cadastrar através das redes da Praça do Conhecimento (http://www.pracadoconhecimento.org.br), Facebook (https://www.facebook.com/desafiorioideiaserioapps) ou Twitter (@rioapps_rj). Neste caso, os usuários receberão um e-mail de confirmação. Depois, terão de acessar sua caixa de e-mail, confirmar o seu cadastro e só depois poderão enviar seus aplicativos.

 

 

Categorias de aplicativos: Saúde, Educação, Transporte, Defesa do Consumidor, Habitação e Urbanização, Ordem Pública e Conservação, Gestão e Finanças Públicas, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Turismo, Cultura, Desenvolvimento Social, Nave / Praça do Conhecimento (Projeto Rio Digital 15 Minutos), Desenvolvimento Econômico, Jogos (Games), Segurança, Esporte, Cidade Olímpica.

 

 

Os aplicativos podem ter origem em ideias próprias ou se inspirar em uma das 1.368 ideias inscritas na segunda edição do concurso “Rio Ideias” (http://ideias.rioapps.com.br/), que precedeu o “Rio Apps” e cuja premiação ocorreu no dia 9 de agosto de 2013. Com estes dois concursos, a SECT pretende ampliar o caminho da interatividade, aumentar a participação dos cidadãos e contribuir para que o Rio se constitua numa “Cidade Inteligente”, com melhor fluxo de informações e serviços e se estruturando adequadamente para a realização de grandes eventos.

 

 

A votação pública, aberta desde o dia 09 de agosto, irá agora até 15 de janeiro, e vai eleger os dois melhores aplicativos (Prêmio Escolha Popular). A avaliação dos jurados passou para o período de 9 a 21 de janeiro de 2014. O anúncio dos vencedores está previsto para o dia 22 do mesmo mês. São 13 jurados, englobando acadêmicos da área de Tecnologia da Informação, especialistas em TI, jornalistas do ramo e usuários diários de aplicativos.

 

 

Os principais critérios de avaliação são: qualidade da ideia, incluindo criatividade e originalidade; viabilidade da ideia, englobando a viabilidade técnica, a real possibilidade de ser desenvolvido um aplicativo com base na ideia; e, por fim, o potencial de impacto, que levará em conta o quanto a ideia pode contribuir para a melhoria de vida de habitantes, empresas e turistas do Rio de Janeiro.

 

 

Para desenvolver seus aplicativos, os hackers podem utilizar as informações sobre o município do Rio de Janeiro disponíveis em http://riodatamine.com.br, banco de dados em tempo real sobre a cidade, únicono país. Pelo contrato do concurso, os aplicativos serão disponibilizados gratuitamente para a população. Maiores informações no endereço www. rioapps.com.br. Na primeira edição do prêmio, em 2012, foram mais de 200 projetos de aplicativos inscritos pelos hackers. Ao final, 53 aplicativos foram desenvolvidos e 12 conquistaram prêmios.

 

Governo do Rio

0 comentários