Sérgio Cabral anuncia criação do Gabinete Integrado da Baixada

Unidade vai funcionar 24 horas no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no centro do Rio
 

Gabinete-Integrado-da-BaixadaO governador Sérgio Cabral anunciou, nesta quinta-feira (12/12), a criação do Gabinete Integrado da Baixada em reunião com secretários de Estado e prefeitos das cidades atingidas pelas chuvas da última terça-feira. O Gabinete vai funcionar 24 horas no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no centro do Rio, com o intuito de interligar órgãos, como a Defesa Civil estadual e a Defesa Civil municipal, para facilitar o trabalho no momento em que as pessoas que moram em áreas de risco mais precisam.

 

 

Como medida emergencial, Sérgio Cabral anunciou a liberação de aluguéis sociais para os afetados pelas chuvas, além de pedir para que 80 equipamentos, entre retroescavadeiras, caminhões e tratores, sejam deslocados para o local. Atualmente, cerca de 120 homens trabalham em Queimados, Nova Iguaçu e Japeri. De acordo com o governador, neste momento, a Defesa Civil tem que ficar em estado de alerta constante.

 

 

“Primeiramente, vamos verificar quais são as famílias que precisam de um aluguel social, as que precisam de um atendimento emergencial e as que podem voltar para as suas residências. O terceiro critério é o da área de risco. Tomamos a decisão de avançar na negociação para que estas famílias se mudem para apartamentos do Minha Casa Minha Vida ou para a compra assistida”, disse Cabral.

 

 

Além disso, o secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões, informou que a Secretaria Nacional de Defesa Civil liberou R$ 4 milhões para a assistência humanitária, como a compra de 3 mil cestas básicas, kits de emergência e higiene. De acordo com ele, caminhões do Exército estão vindo de São Paulo trazendo as cestas básicas para as famílias afetadas.

 

 

Reunião com ministro da Integração

O governador Sérgio Cabral anunciou ainda uma reunião com o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, e o secretário Nacional de Defesa Civil, coronel Adriano Pereira Júnior, nesta sexta-feira (13/12), às 10h, no CICC. No encontro, que foi confirmado em um telefonema da presidenta Dilma Rousseff, o governador deve apresentar as necessidades do estado neste momento de emergência e avaliar a situação da região Noroeste Fluminense.

 

 

Assistência às vítimas

De acordo com dados da Secretaria de Assistência Social, até o momento, 227 famílias de Mesquita estão desalojadas e foram acolhidas por parentes e amigos. No município, 4 famílias estão abrigadas na Escola Municipal Che Guevara, no bairro de Chatuba. Em Japeri, 18 bairros foram atingidos e 17.771 pessoas, afetadas pelas chuvas. Os desalojados estão abrigados no CIEP 207 (10 famílias) e na creche no bairro de São Sebastião (5 famílias). Na cidade de Nova Iguaçu, foram 39 bairros afetados, 6 abrigos em funcionamento e 400 famílias estão em abrigos. Em Queimados, 16 famílias estão desabrigadas.

 

 

Desde 2008, o estado fez 60 quilômetros de dragagem dos rios Botas, Sapuí e Iguaçu, que cortam vários municípios da Baixada Fluminense. No total, R$ 450 milhões foram investidos na primeira fase das obras. A segunda parte do trabalho deve ser licitada ainda este mês e em janeiro de 2014. Serão mais R$ 430 milhões de recursos dos governos estadual e federal. A terceira fase do projeto ainda está em fase de negociação com o governo federal e pode ser adiantada por causa das consequências das chuvas dos últimos dias.

 

 

Também participaram da reunião o vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão; o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira; o secretário do Ambiente, Carlos Minc; o secretário de Saúde, Sérgio Côrtes; o secretário de Obras, Hudson Braga; o secretário de Governo, Wilson Carlos; o secretário de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca; o secretário de Agricultura, Christino Áureo; o presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Celso Pansera; e o subsecretário de Infraestrutura da Secretaria de Educação, Zaqueu Ribeiro, além do presidente da Alerj, Paulo Melo.

 

 

Estavam presentes também os prefeitos de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso; de Nova Iguaçu, Nelson Bornier; de Queimados, Max Lemos; de Nilópolis, Alessandro Calazans; de São João de Meriti, Sandro Matos; de Mesquita, Rogelson Sanches Fontoura; de Belford Roxo, Dennis Dauttmam; de Japeri, Ivaldo Barbosa dos Santos; de Paracambi, Tarciso Pessoa; e de Seropédica, Alcir Fernando Martinazzo.

 

Governo do Rio

0 comentários