Balanço dos serviços da prefeitura no Réveillon de Copacabana

A Operação Réveillon 2014 foi antecipada para o dia 27 de dezembro (sexta-feira), com um aumento de 212% no número de agentes que vão operar até a manhã do dia 1 de janeiro
 

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), com apoio da Guarda Municipal, apreendeu, até o momento, 10.977 itens diversos em Copacabana nas ações preventivas que começaram na última sexta-feira, (27/12), visando o Réveillon 2014.

 

4530625 (640x427)

 

Cerca de 250 barracas de camping, que estavam montadas nas areias da praia de Copacabana, foram desmontadas, hoje pela manhã. Com ambulantes irregulares, os agentes apreenderam 5.471 bebidas diversas, 191 óculos, 125 blusas, 157 cangas, 170 sacos de gelo, 172 espetinhos de camarão, 56 caixas de cerveja, 54 botijões de gás pequenos, 59 pacotes de biscoito, 53 utensílios como tabuleiros de madeira, pegador de milho, panelas; 36 garrafas de vidro, 29 vestidos, 29 chapéus, 16 churrasqueiras, 29 carroças pequenas, 10 flores, 23 isopores, 20 cocos, 16 rolos de papel higiênico, 12 caixas de espumante, oito caixas de pratos descartáveis, quatro caixas de talheres descartáveis, duas caixas de taças de plástico de champagne, quatro guarda-chuvas, três bancos de plástico, três fogareiros, dois burros sem rabo (carroça maior para transporte de mercadorias), duas bandejas, dois sacos de carvão e uma mesa plástica e uma faca.

 

A fiscalização também aprendeu 1.118 itens diversos de barraqueiros autorizados que estavam escondidos nas areias, sendo 648 cadeiras de praia, 335 guarda-sóis, 64 bancos de PVC, 42 bebidas diversas, duas bombas d’água, nove caixas térmicas, quatro barracas-depósito, quatro mesas de PVC, seis espreguiçadeiras, dois baldes de lixo, uma piscina inflável e um carrinho de cerveja. Os agentes também recolheram 86 guarda-sóis e cinco cadeiras de praia dos barraqueiros autorizados por excederem o limite estabelecido.

 

Agentes do Grupamento de Operações Especiais da Guarda Municipal apreenderam 3.100 itens diversos entre bebidas, cachorros-quentes e milhos na orla e nas ruas internas de Copacabana.

 

A Feirarte da Praça do Lido montou suas barracas sem autorização da Seop por conta do Réveillon de Copacabana e teve que retirar todas as suas mercadorias e estruturas.

 

Foram emitidas 188 autuações para barraqueiros de praia, sendo 13 na madrugada desta terça (31/12) por pernoite nas areias de Ipanema, Leblon e Arpoador, além de excesso de equipamentos. As outras multas se devem à falta de tabela de preços, ausência do titular e/ou auxiliar, falta de lixeira, uso de material cortante, entre outras irregularidades.

 

O estacionamento irregular também foi alvo da Seop, que multou 1.486 veículos e rebocou 397, até o momento. Um caminhão de gelo foi rebocado na Rua Santa Clara, em Copacabana, por estar com a documentação atrasada e realizar carga e descarga fora do horário permitido. Outros dois caminhões-baú foram retirados também por estacionamento em local impróprio.

 

A Operação Réveillon 2014 foi antecipada para o dia 27 de dezembro (sexta-feira), com um aumento de 212% no número de agentes que vão operar até a manhã do dia 1 de janeiro, passando de 1.688 (Réveillon 2013) para 5.273 (entre GMs, agentes do controle urbano e agentes da Seop). O número de barreiras de contenção de ambulantes irregulares em Copacabana no dia 31 de dezembro passou de 52 para 69, em comparação ao ano passado.

 

Conservação

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva) implantou no Réveillon na Praia de Copacabana um Centro de Operações Avançado. O espaço monitorou todo o evento em permanente contato com o Centro de Operações Rio. Instalado na Avenida Atlântica, esquina com a Rua República do Peru, o Centro de Operações Avançado recebeu imagens de 600 câmeras exclusivas da Prefeitura do Rio, sendo mais de 30 apenas na região de Copacabana, além de informações de cerca de 90 camadas de dados (energia, transportes, reboques, postos de atendimento médico) catalogadas e georreferenciadas por meio de um geoportal exclusivo.

 

Esse é o segundo ano em que a Seconserva disponibiliza o Centro de Operações Avançado com objetivo de proporcionar atendimento de serviços de conservação emergenciais antes e durante os shows na orla de Copacabana. No ano passado, a resposta imediata aos serviços de emergência foi muito positiva.

 

Equipes da Coordenadoria de Operações Especiais (COE) se mantiveram baseadas em três pontos da orla: na altura das ruas Santa Clara e República do Peru e na Praça Almirante Júlio de Noronha, no Leme. Entre os equipamentos estarão caminhões basculante, conjugado e retroescavadeira. Não foram computados serviços que necessitassem a utilização do COE.

 

Defesa Civil

 

A Defesa Civil Municipal montou um Centro Móvel de Operações em Copacabana. Os funcionários foram acionados para apenas uma ocorrência até a hora da virada. Uma equipe formada por técnicos e engenheiros também esteve de prontidão na sede da Defesa Civil, em Vila Isabel, para atender ocorrências de toda a cidade.

 

Rioluz

 

A Rioluz realizou preventivamente 1.180 serviços em toda a orla. Hoje, equipes realizaram rondas e identificaram a necessidade de instalar 12 novos projetores para melhorar ainda mais a iluminação da Avenida Atlântica. Os funcionários da Rioluz fizeram também vistorias para coibir ligações clandestinas e pontos de energia que pudessem oferecer risco ao evento. Seis equipes estiveram de prontidão na Avenida Atlântica para qualquer emergência. Outros pontos da cidade também foram atendidos, entre eles o Parque Madureira, na Zona Norte.

 

Comlurb

 

A Comlurb removeu aproximadamente 369 toneladas de resíduos em Copacabana neste réveillon. Os 11 ecopontos instalados na orla receberam em média 28 toneladas de materiais recicláveis. Este ano os cariocas e turistas foram mais ordeiros, colocando o lixo nos 1.000 contêineres dispostos na praia. Em relação ao ano passado, houve uma redução de 9,45% na quantidade de lixo removida. A limpeza da maior festa de réveillon do mundo, em Copacabana, foi realizada por mais de 1500 garis e trabalhadores, com apoio de 67 veículos.

 

Secretaria de Saúde

 

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu 889 pacientes em seus cinco postos médicos montados na orla de Copacabana para a festa de Réveillon. No total, 48 pessoas precisaram ser removidos para hospitais. Os postos funcionaram das 17h do dia 31 de dezembro às 5h30 do dia 1º de janeiro, tendo como maior parte dos atendimentos casos de alcoolismo, mal estar e cortes, principalmente nos pés.

 

O número de ocorrências caiu 23% em relação ao Réveillon do ano passado, quando 1.162 pessoas passaram pelas unidades. Ao todo, 226 profissionais, entre médicos, técnicos e administrativo permaneceram à disposição da população durante as festividades.

 

As cinco unidades, que vão funcionar até o final dos festejos contam com 56 leitos e estão localizadas em frente à avenida Princesa Isabel, Praça do Lido, das ruas República do Peru, Santa Clara e Xavier da Silveira. 

 

Prefeitura do Rio

0 comentários