Baleado em Vila Isabel, vice-presidente do Salgueiro é operado e passa bem

Marcello Tijolo foi levado para o Souza Aguiar após ser baleado
 

0i4t9lpdxce5p0t1sr4zt32e5

 

O vice-presidente da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, Marcello da Cunha Freire, o Marcello Tijolo, está internado com quadro de saúde estável no Hospital Souza Aguiar, no Centro. Segundo informações divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde na manhã desta quarta-feira, o paciente está no pós-operatório. Ele foi submetido a uma cirurgia ortopédica e geral. Marcello está lúcido, orientado e não corre risco de morte.

 

 

O vice-presidente do Salgueiro foi baleado na barriga, braço e coxa, na noite desta terça-feira, na esquina do Boulevard 28 de Setembro e a Rua Visconde de Abaeté, em Vila Isabel.

 

 

Testemunhas têm relatos diferentes. Segundo um dos depoimentos, ele estava a pé, próximo ao escritório do deputado estadual Chiquinho da Mangueira (PMN), onde trabalha como assessor, quando foi surpreendido por atirador na garupa de uma moto, que teria dado seis tiros.

 

 

Outras dizem que ele estava no bar Petisco da Vila quando foi atacado por homens em um carro prata. Tijolo teria corrido, buscando proteção atrás de árvores, e atirado contra os criminosos. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

 

 

O deputado Chiquinho da Mangueira disse ter conversado pela última vez com o assessor no almoço. “Ele trabalha comigo, é meu amigo. Aí, recebo a notícia de que ele foi baleado. Fiquei preocupado. Vim para o hospital ver como ele estava. Estou mais tranquilo agora, porque fiquei sabendo que ele está fora de perigo”, disse Chiquinho da Mangueira, após chegar ao Hospital Souza Aguiar.

 

 

Em uma rede social da Internet, amigos deixaram mensagens de solidariedade. “Desejo toda a sorte do mundo pra você Tijolo. Com certeza sairá dessa. Estou orando pela sua recuperação”, escreveu um amigo.

 

 

Flamenguista fanático, Tijolo foi presidente da torcida organizada Raça Rubro-Negra no início dos anos 2000 e idealizou a estátua em homenagem a Zico na sede do Flamengo, na Gávea. A 20ª DP (Vila Isabel) investiga o crime.

 

 

0 comentários