Infraero faz mudança nos vãos do aeroporto do Galeão

No último dia 4, a menina argentina Camila Palacios caiu de uma altura de 5 metros em um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo no Terminal 2 do aeroporto
 

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) começou a fazer alterações nos vãos ao lado das escadas rolantes no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro -Galeão/Antonio Carlos Jobim. No último dia 4, a menina argentina Camila Palacios caiu de uma altura de 5 metros em um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo no Terminal 2 do aeroporto.

Vao-no-aeroporto

 

Segundo a empresa, as obras começaram na segunda-feira (13), com a substituição de três vidraças. A previsão é que os oito vidros da área pública sejam trocados até quarta-feira (15) e mais oito da área restrita sejam substituídos até sexta-feira (17).

 

 

“Ao todo, serão 16 vidraças trocadas, com vão de 9 centímetros, que se enquadra na norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que define um espaço máximo de 11 centímetros. Os novos vidros estão sendo instalados para que o aeroporto atenda às normas vigentes, independentemente do resultado do inquérito [sobre o acidente]”, informou a Infraero, em nota.

 

 

De acordo com a Polícia Civil, as investigações sobre o acidente com a criança estão em andamento. Em nota, a polícia informou “os funcionários do aeroporto e da Infraero estão sendo ouvidos ao longo desta semana. Os pais da criança também já foram ouvidos novamente”. Ao todo, foram ouvidas 13 pessoas, incluindo os pais da criança.

 

 

O delegado titular do aeroporto, Luciano Coelho, aguarda o resultado da perícia.

0 comentários