Moradores, comerciantes e frequentadores aprovam Operação Lapa Presente

Ação, que foi iniciada no dia 1/1, comemora resultados positivos
 

Lapa-LegalMoradores, comerciantes e frequentadores estão aprovando a Operação Lapa Presente, realizada pela Secretaria de Governo com o objetivo de garantir a segurança e o direito de ir e vir de quem transita pela região do Rio Antigo. Com dez dias completados na sexta-feira (10/1), a ação registra um saldo positivo não apenas numericamente, mas também no discurso das pessoas.

“A sensação de segurança melhorou muito. Tem mais policiais e guardas municipais nas ruas”, afirmou o assistente administrativo Paulo Roberto Gonçalves, que é frequentador assíduo da região.

Moradora da Lapa há 15 anos, Célia David concorda que a região está bem policiada. Seu amigo, o professor Mauro Vieira, que a encontra frequentemente na escadaria Selarón, disse que a operação está atingindo seus objetivos.

“A Operação Lapa Presente está dando certo”, disse Célia.

 

Gerente há 3 anos de um bar localizado na Rua Mem de Sá, Lino Ferreira comemorou as mudanças.

 

“A Operação caiu como uma luva para a gente. Sinto que nosso público está mais confiante”, disse.

Primeiros dias de atuação

Durante os primeiros onze dias da operação, agentes cumpriram 17 mandados de prisão. Além disto, 267 pessoas foram detidas. O saldo da Operação conta ainda com 30 carros rebocados, em ação conjunta com a Secretaria Municipal de Transportes; 109 ligações para o Disque Lapa Presente (97954-2424 e 97954-2525); e 365 moradores de rua acolhidos e enviados para abrigos.

“Em pouco mais de uma semana, conseguimos transformar a região do Rio Antigo, aumentando a segurança das pessoas, com a presença ostensiva do Estado e do município – explicou o major Rodrigo Cereser, coordenador da Operação Lapa Presente”.

A ação acontece todos os dias, entre 21h30 e 5h30. A região é patrulhada por 123 agentes que atuam a pé, em 24 bicicletas ou em 11 viaturas.

 

Governo do Rio

0 comentários