Niterói terá novas sirenes para alertar sobre riscos de deslizamento

O subsecretário informou que quando o município é atingido por fortes chuvas, os Nudecs são acionados.
 

A prefeitura de Niterói (RJ) começou a instalar nesta semana 30 sirenes que vão alertar os moradores de áreas de risco sobre deslizamentos de terra. A previsão é que as sirenes e dez pluviômetros sejam instalados até o fim de janeiro e comecem a funcionar a partir da segunda quinzena de fevereiro.

 

 

Assim como acontece com outras sirenes já instaladas no estado, a Defesa Civil de Niterói vai monitorar a intensidade das chuvas pelas informações obtidas dos pluviômetros. Se for observado um nível de intensidade elevado, as sirenes serão acionadas por computador ou manualmente.

 

 

O subsecretário de Defesa Civil de Niterói, Walace Medeiros, disse que as sirenes melhorarão o sistema de prevenção de deslizamentos e de cheias no município, que conta com uma estação meteorológica e 17 pluviômetros instalados.

 

 

“Estamos sujeitos a efeitos climáticos de maior intensidade. No caso de Niterói, são as chuvas fortes. Esse sistema de sirenes vem complementar o trabalho de monitoramento. Quando o risco for iminente, nós soaremos as sirenes para levar os moradores até o ponto de encontro, que é uma área segura”, informou o subsecretário.

 

 

Ainda segundo Medeiros, os trabalhos de prevenção às chuvas, que normalmente atingem o município em janeiro, começaram em novembro do ano passado. “Os cidadãos das comunidades já estão conscientizados. A gente vem trabalhando desde novembro para conscientizar essas pessoas. Capacitamos e empregamos algumas pessoas como voluntárias nos Nudecs [Núcleos de Defesa Civil]”.

 

 

O subsecretário informou que quando o município é atingido por fortes chuvas, os Nudecs são acionados. Assim, os voluntários percorrem as encostas das comunidades para verificar se há sinais de deslizes de terra. Casa haja, a comunidade é evacuada para prevenir possíveis desastres.

 

 

“A gente já conta com dez Nudecs. Este ano, estamos concluindo mais um núcleo nesta semana e já devemos iniciar outro na semana que vem. A nossa meta é que até o fim do ano sejam instalados mais 15 Nudecs”, resssaltou Walace Medeiros.

 

Agência Brasil

0 comentários