Oi Futuro apresenta o espetáculo “PEH QUO DEUX”, que une dança contemporânea e teatro de bonecos

Produção estreia dia 10 de janeiro no centro cultural do Flamengo, com patrocínio da Oi e Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro
 

A PeQuod, companhia de teatro de bonecos e animação, uma das principais do país, que completa 15 anos de atividade em 2014, reafirma seu desejo de inovar a linguagem do gênero e mostrar, entre outras coisas, que ele não se destina apenas a entreter o público infantil. Após montagens memoráveis como “Peer Gynt”, de Henrik Ibsen, mesclando bonecos e atores; “Sangue Bom”, uma aproximação do teatro de bonecos com o cinema; “Marina”, baseada no conto “A Sereiazinha”, de Hans Christian Andersen, encenada em aquários de mais de uma tonelada, e “A Tempestade”, um misto de técnicas de animação a serviço do clássico de William Shakespeare, a PeQuod apresenta, pela primeira vez, um espetáculo de DANÇA.

 

 

Peh Quo Deux, o novo espetáculo da companhia, reúne cinco artistas importantes da dança contemporânea em torno de uma mesma ideia. Partindo dos temas propostos pelo escritor italiano Italo Calvino em seu livro “Seis Propostas para o Próximo Milênio”, o diretor Miguel Vellinho convidou os coreógrafos Bruno Cezario, Cristina Moura, Marcia Rubin, Paula Nestorov e Regina Miranda para criar pas de deux para bonecos e objetos animados. A cada um deles coube um dos temas abordados por Calvino: a multiplicidade ficou com Paula Nestorov; a visibilidade, com Regina Miranda; Cristina Moura assumiu a exatidão; Marcia Rubin, a leveza; e Bruno Cezario, a rapidez.

 

 

O novo projeto é fruto da constante pesquisa da PeQuod em torno das técnicas de manipulação e a tentativa de recriar a movimentação humana através de seus bonecos. “A certa altura, a investigação da movimentação cotidiana nos pareceu sem grandes atrativos, ainda que não tivesse sido esgotada. A partir daí, buscamos um trabalho que libertasse a companhia da simples gestualidade do dia a dia, e nos conduzisse a um estudo do movimento poético, o que nos levou à Dança. Assim nasceu o projeto PEH QUO DEUX, um trocadilho com o nome da companhia e pas de deux.”, diz o diretor Miguel Vellinho.

 

 

Vellinho sempre se sentiu atraído pela obra de Calvino e esperava pela oportunidade de criar um espetáculo a partir dela. Ele enviou aos coreógrafos as propostas do livro (que são cinco, apesar do título). As escolhas levaram em conta as características de cada um, suas trajetórias e seus perfis – “Começamos então um processo de troca, experimentação e risco, que durou seis meses de trabalho árduo” – lembra o diretor.

 

SERVIÇO:
PEH QUO DEUX
Cia. PeQuod

DIREÇÃO: Miguel Vellinho
COREOGRAFIAS: Bruno Cezario, Cristina Moura, Marcia Rubin, Paula Nestorov e Regina Miranda

Estreia: 10 de janeiro, 20h
Temporada: de quinta a domingo, às 20h – até 23 de fevereiro

Oi Futuro – R. Dois de Dezembro, 63 – Flamengo – Nível 7
Informações: Tel (21) 3131-3060
Ingressos: R$ 20 (inteira)/R$ 10 (meia)
Lotação: 66 lugares
Bilheteria de terça a domingo das 14h às 20h
www.ingressorapido.com.br
Duração: 60 minutos / Classificação: 12 anos

 

 

Assessoria

0 comentários