Skype garante que dados de usuários estão seguros após invasão de hackers

O SEA apoia o governo sírio de Bashar Al Assad e já atacou as contas do jornal New York Times, da agência AFP e de outros meios de comunicação
 

recorde_skype_depois_fusao_msn

Após ter tido suas páginas no Facebook e no Twitter invadidas por um grupo de hackers, o Exército Eletrônico Sírio (SEA, na sigla em inglês), a rede social Skype garantiu que todos os dados de seus usuários estão seguros, mesmo com a falha na segurança.

 

 

Segundo a agência EFE, o grupo invadiu as contas do Skype no Twitter e no Facebook para compartilhar mensagens acusando a Microsoft, proprietária do serviço de comunicação pela internet, de vender dados de usuários para o serviço secreto americano.

 

 

O Skype confirmou, em comunicado oficial, a invasão do grupo de hackers sírios, mas afirmou que o controle das páginas foi recuperado rapidamente e que “nenhuma informação dos usuários foi comprometida”.

 

 

 

0 comentários