Veículo anfíbio começa a oferecer passeios para turistas no Rio

Rota inclui visita ao Aterro do Flamengo e mergulho na Baía de Guanabara e custa R$ 100
 

A partir desta sexta-feira (31/1), os turistas poderão admirar as belezas naturais do Rio de Janeiro a bordo de um ônibus anfíbio, que oferecerá um passeio terrestre pela orla carioca e um mergulho na Baía de Guanabara. Lançado pela empresa Duck Tour Brasil, com o apoio da Secretaria de Turismo, o novo transporte turístico tem capacidade para 28 passageiros e passará a operar regularmente na cidade.

Veiculo-anfibio-no-Rio

 

Com uma hora e meia de duração, o city tour começa na Urca, em frente à entrada do bondinho do Pão de Açúcar e segue pelo Aterro do Flamengo, chegando até a Marina da Glória, onde mergulha em direção à Baía de Guanabara. Os ingressos para o passeio – que pode ser agendado entre os horários de 10h e 18h – custarão R$ 100, mas moradores da cidade receberão 50% de desconto.

 

 

Este será o primeiro ônibus anfíbio no Brasil a atuar com propósito turístico. Diversos lugares do mundo – como Boston, Miami, Londres, Dublin e Cingapura – também já disponibilizam passeios neste tipo de veículo. O carro pioneiro da frota carioca, Duck Copacabana, segue as normas de segurança marítimas e terrestres, brasileiras e internacionais.

 

 

“A ideia de trazer a opção de transporte para a cidade surgiu quando visitei o Duck Tour de Boston e, como legítimo carioca, pensei que seria maravilhoso poder proporcionar um passeio pelo belíssimo Rio de Janeiro a bordo de um veículo anfíbio. Inicialmente, trabalharemos com um ônibus, mas a expectativa é aumentar a frota para dez veículos”, afirmou um dos sócios da Duck Tour Brasil, Lucas Matta Machado.

 

 

Para o secretário de Turismo, Ronald Ázaro, a nova forma de realizar passeios pelo Rio vai incrementar o turismo na capital fluminense.

“Atrativos turísticos como o carro anfíbio proporcionará aos turistas e a população carioca mais do que simplesmente admirar a vista, proporcionará uma experiência única de poder passear pela cidade e também pelo mar, além de ajudar a aumentar o tempo de permanência dos turistas no Rio com este novo equipamento atrativo”, disse o secretário.

 

Governo do Rio

0 comentários