Amigas do Leite aumentaram o número de doadoras no Hospital Rocha Faria

Banco de coleta leite do hospital recebe a maior quantidade de doações desde sua criação
 

O banco de coleta de leite do Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, existe há mais de 15 anos, mas nunca esteve tão cheio como hoje em dia. A equipe de médicos e enfermeiros da maternidade do hospital criou o projeto Amigas do Leite para aumentar o número de doadoras. Graças a esse trabalho, a coleta que antes era feita apenas no hospital, agora pode ser realizada na Casa das Mães Doadoras. Para isso, basta se cadastra e esperar por uma das equipes do S.O.S Saúde, do Governo do Estado, para fazer a doação.

 

Na primeira visita, as enfermeiras levam um kit com luvas, máscara e um pote para ensinar à mãe como ordenhar e armazenar o leite com segurança. Depois, podem fazer o procedimento por conta própria. Como o caso de Mônica, que é mãe e sempre faz doações ao hospital.

 

A maior parte do leite recolhido vai para as crianças prematuras da maternidade do hospital. O leite materno é o único que além de alimentar, possui anticorpos que protegem os recém-nascidos internados em unidades de terapia intensiva. Hoje o Hospital Estadual Rocha Faria coleta quase 1,5 litros de leite materno por dia e já se tornou referência no Rio de Janeiro.

 

As mães que também quiserem contribuir com doações podem ligar para o disque-amamentação, no telefone 3675-0910. Atualmente, o Estado do Rio de Janeiro conta com 17 bancos de leite e desde que o projeto Amigas do Leite foi criado, houve um aumento de 600% nas doações. Um orgulho para toda a equipe que já pretende expandir o trabalho.

 

 

Governo do Rio

0 comentários