Andrea Dutra no palco do Otto, na Tijuca

A cantora se apresenta dia 21 de fevereiro com um show que vai da roda de samba ao soul, do funk ao jazz
 
andrea dutra diogo leobonz cor
 
 
Cenário de grandes apresentações, o Otto Music Hall não perde o estilo e traz para o palco, dia 21 de fevereiro, a cantora e compositora Andrea Dutra no show Jamba. Passeando pela voz inconfundível desta grande cantora, músicas que vão da roda de samba ao soul, do funk ao jazz. Sempre com o jeito único de ser de Andrea Dutra, cantora indicada ao Prêmio Sharp pelo primeiro disco, ao Grammy latino pela canção Disseram, que teve sua versão de A linha e o linho na trilha do remake da novela Tititi, além de ser parte integrante do grupo vocal Arranco de Varsóvia, vai mostrar em detalhes o seu mais recente trabalho.
 
 
 
 
O novo CD de Andrea Dutra, Jamba, mistura jazz com samba. Lançado pela Mills Records, no ano passado, o CD reúne MPB e samba com pitadas de jazz. No palco com Andrea, o mesmo grupo que toca no disco: Paulo Malaguti (piano), Alex Rocha (baixo) e Ricardo Costa (bateria). E lá se vão mais de 10 anos tocando e cantando juntos.
 
 
 
 
Andrea Dutra tem quilômetros de estrada. Foi vocalista de Tim Maia, cantou com Sandra de Sá, Serjão Loroza, Mart’nália, Danilo Caymmi, Dona Ivone Lara, Alcione, Emílio Santiago e Seu Jorge. E até puxadora de samba do bloco Suvaco do Cristo, nos anos 90, ela foi. No Ano do Brasil na França, cantou brazilian jazz no Palácio de Versailles. Pelo seu primeiro disco, Andrea Dutra, foi indicada ao Prêmio Sharp. Em 2007, Andrea lançou o CD O amor de uns tempos pra cá, em duo com Marcus Nabuco, cuja faixa A linha e o linho, de Gilberto Gil, fez parte da trilha sonora do remake da novela Tititi, TV Globo, em 2010. Neste fevereiro, Andrea cantou em Cannes, na França, no MIDEM, a maior feira de música do mundo.
 
 
 
Jamba tem no repertório 12 canções, sendo cinco inéditas, inclusive da própria Andrea. O CD traz ainda a poesia de Monarco e Ratinho, o brazilian jazz de Moacir Santos e o lirismo de Fátima Guedes. Tem o samba de raiz de Moacyr Luz e Aldir ao lado da poesia de Vinícius de Moraes. E ainda Djavan, Fred Martins, Caetano.
 
 
 
Entre as canções, Criação (Andrea Dutra e Fred Martins), Mandingueiro (Moacyr Luz e Aldir Blanc), Sou eu (Moacir Santos e Nei Lopes), Muito romântico (Caetano Veloso), Branquinha (Andrea Dutra e Pauleira), Sete véus (Fatima Guedes), Mea culpa (Andrea Dutra), Vou procurar esquecer (Monarco e Ratinho), A Ilha (Djavan), e por aí vai.
 
 
 
Otto Musica Hall
Anexo no Bar e Restaurante Otto Mariz e Barros
Andrea Dutra no Show Jamba
Dia 21 de fevereiro (sexta-feira)
Horário: 20h
Ingresso: R$ 20,00
Endereço: Rua Mariz e Barros, 1.050 – Tijuca
Telefone: 2254-0740 – 2254-0716
Capacidade: 180 lugares
Faixa etária: 16 anos
Cartões de crédito: Diners, Mastercard e Visa
Cartões de débito: Cheque eletrônico, Maestro, Redeshop, Visaelectron
 
 
 
 
 
 

0 comentários