Arcebispo do Rio celebra missa de sétimo dia de cinegrafista morto por rojão

Os parentes de Santiago e a mulher dele, Arlita Andrade, acompanharam a missa
 

O arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta, celebrou hoje (16), na Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, no centro do Rio, a missa de sétimo dia pelo cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Ilídio Andrade, ferido por um rojão em uma manifestação na quinta-feira (6), também no centro, contra os reajustes das passagens de ônibus.

 

Os parentes de Santiago e a mulher dele, Arlita Andrade, acompanharam a missa. No velório do cinegrafista na quinta-feira (13), dom Orani celebrou a missa de corpo presente no Memorial do Carmo, onde houve a cremação em cerimônia restrita à família e amigos próximos.

 

 

Caio Silva de Souza e Fábio Raposo são suspeitos de terem acendido e soltado o rojão que provocou a morte de Santiago. Os dois estão presos no Complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio.

 

 

O inquérito do delegado Maurício Luciano, responsável pelas investigações do caso, foi entregue ao Ministério Público na sexta-feira (14).

 

Agência Brasil

0 comentários