“Cordão do Boitatá” comemora 18 anos e promove um grande Baile Multicultural, no domingo de Carnaval na Praça XV

Artistas como Hamilton de Holanda, Roberta Sá, Teresa Cristina, Áurea Martins, Luiza Dionízio, Pedro Miranda, dentre outros, já confirmaram presença no show
 

O Cordão do Boitatá completa 18 anos de Carnaval em 2014 e vai brindar os foliões com um grande Baile Multicultural, em palco montado na Praça XV, no domingo de Carnaval (2 de março), a partir das 9 da manhã. No maior baile a céu aberto do Carnaval, o grupo recebe diversos convidados especiais e grandes músicos para seis horas de muita música e festa.

 

 

 

O show na Praça XV, que há nove anos (o 1º show foi em 2006) reúne grandes artistas e renomados instrumentistas, conta neste Carnaval com a presença de nomes como Hamilton de Holanda (que estreia no Carnaval carioca), Roberta Sá, Teresa Cristina,Áurea Martins, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Eduardo Gallotti, Mariana Bernardes, Pedro Miranda, Mariana Baltar,Luiza Dionízio, Edu Neves, Tia Maria do Jongo da Serrinha, dentre outros.

 

 

 

Neste Carnaval, o Cordão do Boitatá faz uma homenagem especial a quatro mestres da nossa música: Dorival Caymmi,Dominguinhos, Délcio Carvalho e Pixinguinha. Os cantores Roberta Sá, Pedro Miranda, Mariana Baltar e Áurea Martinsinterpretam “Canto ao pescador”, “A vizinha do lado” e “Gabriela”, “Oração de Mãe Menininha”, em homenagem ao centenário deDorival Caymmi (1914-2008).

 

 

 

O compositor Délcio Carvalho (1939-2013) ganha homenagem nas vozes das cantoras Luiza Dionízio, Áurea Martins e Mariana Bernardes, que apresentam “Alvorecer”, “Sonho Meu” e “Acreditar”, pérolas compostas pelo compositor em parceria com Dona Ivone Lara.

 

 

 

O cantor e compositor Dominguinhos (1941-2013) também ganha uma homenagem, na voz dos cantores Pedro Miranda,Roberta Sá e Mariana Baltar, que interpretam alguns sucessos do repertório do artista, como “Aconchego”, “Lamento sertanejo”, “Quem me levará sou eu” e “Xodó”.

 

 

 

A música instrumental brasileira também estará presente no show do Boitatá, que contará com grandes expoentes, como o renomado bandolinista Hamilton de Holanda, que debuta no Carnaval carioca, o acordeonista Kiko Horta, o saxofonista Edu Neves e a flautista Odette Ernst Dias, de 85 anos. Esta última vai apresentar “Bachiana nº 5”, de Villa-Lobos.

 

 

 

No Baile Multicultural do Cordão do Boitatá, que em 2013 levou cerca de 60 mil foliões para a Praça XV, os músicos apresentam no repertório o que há de melhor na tradição musical popular carioca e contemporânea, ressaltando a diversidade e a multiplicidade da música brasileira. O grupo cria arranjos originais para músicas que vão desde o “Trenzinho do Caipira”, de Villa-Lobos, até os compositores africanos, como o nigeriano Fela Kuti ou o sul-africano Abdullah Ibrahim. Também estão presentes no show as tradicionais marchinhas, sambas e afro-sambas, afoxés, maxixes e frevos de maestros como Capiba, Duda e Spock, que fazem a alegria do nosso Carnaval, ou mesmo um inusitado arranjo de Bob Marley para o samba-reggae, num grande caldeirão musical e antropofágico.

 

 

 

Um dos blocos mais alegres e coloridos do Carnaval carioca, o Cordão do Boitatá fez, no dia 23 de fevereiro (domingo, pré-Carnaval), o seu tradicional cortejo, partindo da Rua do Mercado e percorrendo as ruas do centro antigo do Rio até a Praça Tiradentes. O bloco é reconhecido por seus foliões, que comparecem em peso vestidos com fantasias criativas e bem-humoradas, desde os primeiros cortejos, quando os músicos e um grupo de amigos desfilavam fantasiados pelas ruas do Rio Antigo.

 

 

Formação do “Cordão do Boitatá”

Formado por Kiko Horta (acordeom), Cris Cotrim (voz e cavaquinho), Luiz Flávio Alcofra (violão), Thiago Queiroz (sax barítono e alto), Daniela Spielmann (sax tenor), Ricardo Cotrim (percussão), Paulino Dias (percussão) e Rodrigo Scofield(bateria), o Cordão do Boitatá conta ainda com o apoio de músicos convidados, como Chico Oliveira (baixo), Maico Lopes(trompete), Everson Moraes (trombone), Maionese (flauta e flautim) e Naife Simões (percussão).

 

SOBRE O CORDÃO DO BOITATÁ – O GRUPO E O BLOCO

 

Criado em 1996, o grupo Cordão do Boitatá tem como referência a diversidade cultural da música e das festas populares brasileiras.

 

O Cordão do Boitatá foi pioneiro e teve um papel essencial na retomada e na revitalização do Carnaval de rua da cidade. Desde 1997, o bloco circula pelas ruas estreitas repletas de casarios do Rio Antigo, proporcionando uma acústica perfeita, já que o percurso é realizado sem caixas de som. A partir de 2006, além do tradicional desfile, que chega a reunir quase 100 instrumentistas de sopros e percussão, e milhares de foliões fantasiados, o bloco também promove um grande show de Carnaval ao ar livre, com inúmeros convidados ilustres, como Teresa Cristina, Roberta Sá, Martinho da Vila e Yamandú Costa, dentre outros grandes nomes da música brasileira. O show acontece em palco montado pelo grupo na Praça XV, com som amplificado para mais de 80.000 foliões, com um padrão técnico digno dos principais festivais da cidade.

 

A partir de 2013, o Cordão do Boitatá ampliou o seu Carnaval para dois dias de folia. Neste ano, seu tradicional Cortejo foi realizado no domingo anterior ao Carnaval, com trajeto da Praça XV à Praça Tiradentes, trazendo para os foliões dois momentos marcantes e distintos do Carnaval carioca: o cortejo na rua e o grande show de Carnaval, no palco montado na Praça XV.

 

Em fevereiro de 2004, o grupo Cordão do Boitatá lançou seu primeiro CD, Sabe lá o que é isso?’ (Deckdisc), que contou com a participação de D. Ivone Lara e Xangô da Mangueira, entre outros, e foi aclamado pela crítica especializada de todo o país.

 

No Carnaval de 2011, ganhou o Prêmio O Globo de Blocos na categoria “Melhor Música”.

 

Boitatá é uma palavra de origem tupi-guarani, que significa cobra de fogo.

 

 

SERVIÇO – BAILE MULTICULTURAL DO “CORDÃO DO BOITATÁ” – PRAÇA XV

Dia: 2 de março de 2014 (Domingo de Carnaval)

Local: Praça XV

Horário: Das 9h às 15h

Classificação etária: livre

Entrada Franca

Cordão do Boitatá – Mais informações:

Ciranda Assessoria de Comunicação

 

 

0 comentários