Dia da Mamografia: Estado oferece seis equipamentos fixos e uma unidade móvel para realizar o exame

Somente no ano de 2013, foram realizadas 73.767 mamografias nos equipamentos da rede estadual de saúde; o que representa crescimento de quase três vezes em relação ao ano de 2011
 

Nesta quarta-feira, 5 de fevereiro, é celebrado o Dia Nacional da Mamografia; com o objetivo de sensibilizar as mulheres sobre a importância de realizar o exame. O câncer de mama é o que mais afeta o gênero e, se descoberto cedo, as chances de cura chegam a até 95% dos casos. A doença atinge principalmente a faixa etária entre 40 e 49 anos de idade e, por isso, neste período o exame de mamografia, que permite detectar o tumor em estágio inicial, deve ser realizado anualmente.

 

 

 

A partir dos 50 anos, a cada dois anos. Mulheres com mãe, irmã ou filha que desenvolveram a doença antes dos 50 anos de idade devem realizar a mamografia a partir dos 35 anos uma vez por ano. A lei da mamografia (lei 11.664 de 2009) assegura às mulheres a partir dos 40 anos o exame gratuito pelo SUS.

 

 

O Governo do Estado oferece às mulheres do Rio de Janeiro seis mamógrafos fixos para a realização de exames. Quatro no Rio Imagem, no Centro da capital, e dois no Hospital Estadual da Mulher Heloneida Sturdat, em São João de Meriti. Ambos ofertando também a biópsia para os casos suspeitos de câncer.

 

 

Somente no ano de 2013, foram realizadas 73.767 mamografias nos equipamentos da rede estadual de saúde; o que representa crescimento de quase três vezes em relação ao ano de 2011.

 

 

Mamógrafo Móvel – E a partir de 2014, a Secretaria de Estado de Saúde passou a oferecer o Mamógrafo Móvel; serviço itinerante de imagem para atender aos 92 municípios do Rio de Janeiro. O equipamento já esteve em Niterói e, agora, fica em Duque de Caxias até 26 de fevereiro.

 

 

Como agendar – Tanto no Rio Imagem, quanto no Hospital Estadual da Mulher, o agendamento de exames deve ser feito através dos municípios. Para garantir o atendimento de toda a população do estado, cada município dispõe de cotas de exames mensais, de acordo com sua população. Basta a mulher na faixa etária indicada procurar um serviço de saúde de sua cidade (posto, Clínica da Família, Unidade Básica de Saúde, etc) e solicitar o pedido. Aí, a Secretaria Municipal de Saúde deve providenciar o agendamento, que é confirmado através do serviço de mensagem de texto (SMS).

 

 

Desconhecimento – Entre mais de duas mil mulheres entrevistadas no final de outubro de 2013 pela Sociedade Brasileira de Mastologia no Rio de Janeiro, aproximadamente 50% sequer conheciam a mastologia e 54,6% nunca fizeram mamografia. O levantamento ouviu as mulheres de forma direta e espontânea em vários pontos do Rio e Grande Rio durante mais de 30 ações sociais. 

 

 

Assessoria de Comunicação: Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro

0 comentários