Folia carnavalesca leva alegria a hospitais estaduais

Pelo segundo ano, Bloco da Seringa Solta faz apresentações em sete unidades
 

carnaval-em-hospitaisO Carnaval, este ano, começa oficialmente em março, mas a movimentação de blocos já tomou as ruas do Rio de Janeiro. Em sete hospitais da rede estadual de saúde não será diferente: a partir desta quarta-feira (5/02), o Bloco da Seringa Solta, formado por palhaços e músicos, inicia uma série de apresentações levando música e alegria a pacientes e funcionários.

Este será o segundo ano de “desfiles” do bloco, formado por artistas do Bando de Palhaços e músicos convidados. A ideia de levar o Carnaval até o ambiente hospitalar nasceu em Recife, com o Bloco do Miolo Mole, há mais de 10 anos e já provou ser um ótimo remédio para os pacientes internados. O bloco espalha alegria por onde passa com suas marchinhas e fantasias coloridas.

O calendário de apresentações segue abaixo:

5 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Adão Pereira Nunes
6 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Eduardo Rabello
7 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Azevedo Lima
10 de fevereiro às 10h – Hospital Estadual Tavares Macedo
11 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Alberto Torres
12 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Rocha Faria
14 de fevereiro às 14h – Hospital Estadual Santa Maria

Plateias Hospitalares

 

O baile pré-carnavalesco faz parte do projeto Plateias Hospitalares, parceria firmada em 2009 entre a ONG Doutores da Alegria e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) que leva arte por meio de apresentações teatrais, musicais e circenses a unidades da SES. As visitas regulares do Plateias Hospitalares terão início em março.

 

Os artistas fazem adaptações de linguagens, cenário, música, sempre levando em conta o espaço em que o trabalho será apresentado e o público. Seja em cima de um palco ou percorrendo as enfermarias, os artistas nunca passam despercebidos, despertando emoções e, muitas vezes, influenciando na melhora de quem está internado.

0 comentários