Marcelo Matos pede mais transparência com recursos da Copa e Olimpíadas

Deputado quer reativar a subcomissão de fiscalização das competições
 

O deputado federal Marcelo Matos (PDT-RJ), que em 2012 presidiu a subcomissão da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016, pode entrar com requerimento na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara para reativar o grupo. O objetivo é voltar a fiscalizar o andamento das obras para as competições.

 

 

Houve um intervalo no trabalho em 2013. De acordo com o deputado, exatamente quando os gastos com as competições aumentaram. “Viajamos durante todo o país, e vimos muitos problemas, principalmente nos aeroportos. Além disso, junto ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas da União (TCU), verificamos sobrecarga em várias obras”, avaliou o parlamentar.

 

 

Mais um motivo para a reinstalação da subcomissão é o recente anúncio da FIFA, que deu o prazo de até 18 de fevereiro para que as obras do estádio Arena da Baixada, em Curitiba, estejam dentro do cronograma de conclusão antes do início da competição. “Durante nossas visitas, constatamos que as obras no estádio estavam dentro do prazo. Inclusive, isso está no relatório”, afirmou.

 

 

Marcelo Matos também afirma que os elevados custos das obras são consequência da falta de informações sobre como os recursos estão sendo investidos. “A transparência e o combate à corrupção são fundamentais para a democracia. Esses dados precisam estar claros e disponíveis para todos”, destaca o pedetista. 

 

 

0 comentários