Novo simulador do MetrôRio aumenta eficácia de treinamentos

Equipamento importado recria situações adversas e vai ajudar na solução de falhas no sistema
 

Simulador-Metro-Rio

Com o objetivo de aperfeiçoar o treinamento de condutores e minimizar o tempo resposta na solução de falhas no sistema, a Concessionária MetrôRio investiu R$ 7 milhões na compra de um aparelho simulador que tem o funcionamento idêntico ao de um trem, com vias, sinais e cenários externos. Importado da França, o equipamento vai reduzir ainda o tempo de formação dos profissionais.

 

 

“O simulador permite treinar os condutores a lidarem com as mais diversas situações. A tecnologia do sistema cria diferentes cenários para testar as reações e respostas dos profissionais, tais como tempo chuvoso ou com neblina, eventuais falhas e situações de risco na plataforma”, explicou o diretor de Engenharia do MetrôRio, Joubert Flores.

 

 

Para o fim de abril, está prevista a chegada de um outro tipo de simulador, que terá o formato real de cabine de trem.

 

Desde 2007, 19 novos trens entraram em operação e 30 foram modernizados. O número de pessoas atendidas subiu de 640 mil por dia para mais de 700 mil. Com a inauguração da Linha 4, que vai ligar a Zona Sul à Barra da Tijuca, a expectativa é de que mais 300 mil passageiros sejam beneficiadas. Serão outros 16 quilômetros de metrô e seis novas estações até a Barra da Tijuca.

 

Governo do Rio

 

 

0 comentários