Operação fechamento do Mergulhão da Praça XV

Em função das alterações no trânsito do Centro, a Prefeitura do Rio recomenda que a população: use transporte público, evite circular pelo Centro, respeite os locais de proibição de estacionamento - esteja atenta quando forem atravessar as ruas, pois muitas passaram a funcionar em mão dupla ou mudaram a mão de direção.
 

No primeiro dia útil de fechamento do Mergulhão da Praça XV, as principais áreas no Centro onde foram registrados pontos de retenção foram na Av. Presidente Vargas e Rio Branco (em direção à Candelária); o corredor de acesso para a Zona Sul pelo Viaduto 31 de Março / Túnel Santa Bárbara; e a Av. Francisco Bicalho, sentido Centro, com reflexos na Av. Brasil. Isso foi observado pelas equipes operacionais da prefeitura e também pelos indicadores do Centro de Operações Rio. O COR dividiu o Centro em 22 micro-regiões e avalia em tempo real dados de diversas fontes e sensores ao longo da manhã, como fluxo de trânsito, GPS de ônibus e alertas de cidadãos via redes sociais. Com isso, foi possível gerar uma espécie de indicador de mobilidade destas áreas no Centro, o que contribuiu para uma leitura mais eficaz dos resultados da operação desta segunda-feira de manhã.

 

 

Esta avaliação contínua da situação no Centro permitiu que alguns ajustes operacionais fossem feitos, como por exemplo:

– ajustes no tempo do sinal na Rua Pinheiro Machado, em frente ao Palácio Guanabara (que melhorou o fluxo do tráfego no Viaduto 31 de Março e Túnel Santa Bárbara); e no cruzamento da Rua Evaristo da Veiga com a Av. Rio Branco;

– reforço na operação do cruzamento da Av. Beira Mar e Rua Teixeira de Freitas;

– reforço na operação da Guarda Municipal no corredor BRS Rua da Carioca – Saens Peña e no corredor Av. Passos / Av. República do Paraguai / Lapa (que dá acesso da Presidente Vargas ao Aterro).

 

 

 

Em função das alterações no trânsito do Centro, a Prefeitura do Rio recomenda que a população:

– use transporte público para acessar o Centro (metrô, trens e barcas);

– evite circular pelo Centro, se possível;

– respeite os locais de proibição de estacionamento;

– esteja atenta quando forem atravessar as ruas, pois muitas passaram a funcionar em mão dupla ou mudaram a mão de direção.

 

 

Quem tiver de ir ao Centro deve estudar como acessará a região, utilizando as informações que estão disponíveis no site do Centro de Operações (www.centrodeoperacoes.rio.gov.br) e ligando para 0800 886 1000 para se informar sobre as mudanças dos itinerários de ônibus na região.

 

Assessoria de Comunicação  

 

 

0 comentários