Policiais de UPPs conhecem novas técnicas para trabalhar com jovens

Parceria entre o Governo e entidades britânicas promoveu o intercâmbio
 

Atividades-UPPQuarenta policiais militares que desenvolvem projetos sociais e esportivos em comunidades pacificadas puderam conhecer novas técnicas para trabalhar com jovens e crianças. Eles participaram de um workshop promovido por meio de uma parceria entre a Secretaria de Segurança, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), o British Council (Conselho Britânico) e a Tottenham Hotspur Foundation, nesta terça-feira (11/02), na sede do 12° Batalhão de Polícia Militar (em Niterói). O objetivo foi aperfeiçoar o relacionamento com os moradores de comunidades.

 

A iniciativa faz parte do programa Premier Skills, uma parceria global entre a Premier League (liga profissional de futebol da Inglaterra) e o British Council, que no Rio de Janeiro conta com a parceria da Secretaria de Segurança. O programa utiliza o futebol como ferramenta para engajar e desenvolver habilidades dos jovens. A comunidade Morro dos Prazeres recebeu a iniciativa em 2011.

 

Esse foi o terceiro workshop voltado para os policiais lotados em Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). No ano passado, os policiais participaram de dois mini-cursos teóricos e nesta terça-feira puderam observar a parte prática. Durante a aula, um grupo de especialistas em programas comunitários da fundação Tottenham Hotspur Foundation, ligada ao clube de futebol Tottenham Hotspur, compartilharam com os policiais militares a experiência de criar oportunidades e promover educação através do esporte, em particular, o futebol.

 

“Nós temos contato com a Secretaria de Segurança desde 2011, quando começamos a desenvolver o projeto no Prazeres. Oferecemos a oportunidade de trazer representantes dessa fundação que têm experiência em desenvolver projetos comunitários, utilizando o futebol como ferramenta para engajar jovens e crianças. Achamos que seria interessante essa troca de experiências com o clube britânico porque eles fazem esse trabalho há anos, quebrando barreiras entre a polícia e o jovem”, explicou Ana Bessa, gerente de projetos do British Council.

 

Durante o workshop, os especialistas mostraram uma série de brincadeiras, que, apesar de simples, poderiam integrar e divertir as crianças e jovens da comunidade. Enquanto a metade dos policiais assistia as brincadeiras, o grupo restante participava das atividades.

 

“A partir da experiência com o Reino Unido, percebemos que a relação entre a polícia e os jovens poderia ser melhor. Acreditamos que, se o policial for o agente que vai trazer ações positivas e engajar os jovens de uma forma positiva na comunidade, eles podem romper as barreiras. É isso que o programa se propõe a fazer”, afirmou Richar Alicook, um dos especialistas.

 

As lições foram assimiladas pelos policiais das UPPs e deverão ser aproveitadas nos projetos. A soldado Renata Marques Costa, professora de judô na comunidade do Vidigal, conta que chamaram sua atenção as similaridades entre Brasil e Inglaterra.

 

“É interessante porque a gente percebe que a realidade lá de fora é a mesma realidade daqui. Nós podemos não ter o mesmo recurso, mas a vontade de fazer um projeto acontecer é a mesma disse.

O soldado Iran Ricardo, professor de futebol do Salgueiro, já tinha passado por um treino parecido na Escola Zico 10. O workshop, no entanto, mostrou novas opções de exercícios e brincadeiras.

 

“O treinamento de futebol às vezes é muito maçante e aqui eles nos mostraram uns trabalhos lúdicos muito bons. São coisas que eu posso acrescentar ao meu projeto”, afirmou o soldado.

A soldado Laura Lobo Varela, da UPP Macacos, é nutricionista da PM, mas está dando seus primeiros passos nos projetos sociais.

 

“Vou poder usar o que aprendi nestes dias na minha formação didática, de nutricionista, e aplicar isso dentro dos projetos em que for atuar. É muito bom termos estes momentos aqui de aprendizado e integração entre os diversos colegas e suas atividades, além de trocarmos experiências através do esporte como ferramenta”,  disse.

0 comentários